ACM Neto

ACM Neto venceria Wagner no 1º turno, diz colunista. Segundo levantamento, democracia tem 50% contra 22% do petista

Uma pesquisa interna feita pelo Instituto Paraná para consumo interno da campanha de ACM Neto (DEM), indica que o ex-prefeito de Salvador venceria as eleições de 2022 para o Governo da Bahia.

De acordo com o levantamento, Neto derrotaria Jaques Wagner (PT), por 50% a 22%, ganhando a disputa já no primeiro turno. As informações são do colunista Ricardo Noblat, do site Metrópoles.

Enquanto o petista já tem o apoio de Lula no cenário nacional, ainda é incerto a qual candidato à Presidência da República o democrata vai se aliar. Enquanto as conversas com o PDT de Ciro Gomes estão avançadas, nos bastidores, a possibilidade de um apoio a Jair Bolsonaro (sem partido) não está descartada.

Carreira de ACM Neto

Antônio Carlos Magalhães Neto, mais conhecido como ACM Neto, é um bacharel em Direito e político brasileiro, nascido na capital da Bahia, em 26 de janeiro de 1979.

Neto do falecido Antônio Carlos Magalhães (ACM) e filho de Antônio Carlos Magalhães Júnior, ACM Neto foi eleito prefeito de Salvador em 2012 e reeleito em 2016, pelo DEM (partido Democratas).

Na adolescência, ACM Neto estudou em dois colégios: no Colégio Marista, onde foi líder de sala; e no Colégio Módulo, onde fundou o grêmio estudantil. Formou-se em Direito, na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Acompanhou de perto as campanhas do avô e do tio, Luís Eduardo Magalhães.

Entrou na vida política pelas mãos do avô Antônio Carlos Magalhães (1927-2007), que foi governador, senador e ministro das Comunicações. Entre os anos 1999 e 2002, ACM Neto foi assessor da Secretaria de Educação do Estado da Bahia.

ACM Neto chegou à Câmara dos Deputados em 2002, com 23 anos. Reelegeu-se em 2006 e 2010. Neste período, apareceu bastante na mídia devido à sua participação na CPI dos Correios.

Em 2008, foi candidato à prefeitura de Salvador, porém não alcançou votação suficiente para ir ao segundo turno. Em 2009, no cargo de Corregedor da Câmara dos Deputados e integrante do Conselho de Ética, pediu a cassação do deputado Edmar Moreira, acusado de usar a verba indenizatória da Câmara em suas próprias empresas.

No ano de 2010, ACM Neto foi reeleito deputado federal, sendo o mais votado da Bahia e o oitavo mais votado no Brasil. Em 2011, foi apontado como o 6º parlamentar mais influente no Congresso.

Aos 33 anos, em 2012, foi eleito prefeito de Salvador no segundo turno. Em 2016, Antônio Carlos Magalhães Neto foi reeleito para o cargo de prefeito de Salvador no primeiro turno.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe