Lauro de Freitas

A confusão tomou conta da casa legislativa depois que Luciana propôs a desapropriação de um galpão conhecido como Carandiru em Lauro de Freitas.

A  Câmara de Vereadores de Lauro de Freitas foi palco de uma confusão durante sessão na quarta-feira. A vereadora Luciana Tavares (PCdoB) tentou impedir uma gravação que era feita por um assessor do vereador Gabriel Bandarra (PSC). Bandarra acusa Luciana e o vereador Edvaldo Palhaço de agressão contra sua equipe.

A vereadora Luciana Tavares (PCdoB) compareceu na 23ª Delegacia Territorial de Lauro de Freitas, nesta quinta-feira (5), para fazer um boletim de ocorrência após uma briga generalizada na Câmara Municipal.

Veja também: Homem faz tatuagem no ÂNUS em protesto contra Bolsonaro

Em entrevista, a parlamentar contou que teme acabar como Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro assassinada junto com seu motorista, Anderson Gomes, em 14 de março de 2018.

Para Luciana, a questão se trata, além de política, uma questão de gênero e violência. Ela também relatou que sofre perseguição por parte de um dos vereadores envolvidos na confusão, Gabriel Bandarra (União Brasil), o Tenóbio.

A confusão tomou conta da casa legislativa depois que Luciana propôs a desapropriação de um galpão conhecido como Carandiru, em Vila Nova de Portão.

A vereadora admitiu ter agido com violência, mas afirmou que a situação ocorreu como uma reação. “Precisei reagir e peço às pessoas que entendam essa violência. Tem sido difícil representar minha cidade sendo violentada e desrespeitada nessa Câmara”.

Nas redes sociais, o vereador Gabriel Bandarra disse que sofre perseguições na Câmara por sua atuação contra o que chamou de “conduta espúria” da esquerda em Lauro de Freitas. Segundo ele, a vereadora Luciana Tavares seria usada pela prefeita Moema Gramacho (PT) para “descontruir sua imagem”.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe