Bolsonaro

No cenário espontâneo, Bolsonaro encontra-se tecnicamente empatado com o candidato do Partido dos Trabalhadores

O instituto Paraná Pesquisas divulgou uma pesquisa eleitoral nesta quarta-feira, 4, e o presidente Jair Bolsonaro (PL) diminuiu a diferença para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No cenário estimulado, onde os nomes dos candidatos são apresentados aos eleitores – o petista seria o principal nome para 40% dos entrevistados. Já o atual mandatário encontra-se na segunda colocação, sendo o candidato de 35,2% dos eleitores. Ciro Gomes (PDT), João Doria (PSDB) e André Janones (Avante) tiveram 7,4%; 3,2%; e 2,4% respectivamente. Simone Tebet (MDB), Luciano Bivar (União Brasil) e Luiz Felipe d’Avila (Novo) tiveram teriam menos de 1% dos votos. Votos brancos e nulos acumulariam um total de 7,3% e 3,5% não sabem ou não responderam.

Veja também: Homem faz tatuagem no ÂNUS em protesto contra Bolsonaro

Já no cenário espontâneo, – em que os nomes não são apresentados aos entrevistados, Jair Bolsonaro encontra-se empatado tecnicamente com o ex-presidente Lula. O chefe do Executivo federal foi lembrado por 25,2% dos eleitores, enquanto o nome do Partido dos Trabalhadores seria o candidato de 27,6% dos brasileiros. Ciro Gomes tem a preferência de 2,1% e André Janones, Sergio Moro  e João Doria obtiveram menos de 1% na pesquisa. Outros 36,1% não sabem ou não responderam e 7,5% votaria branco ou nulo.

Definição

Em um eventual cenário de segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 46,6% contra 38,7%. Votos brancos e nulos somariam 10,2% dos eleitores e outros 4,8% não sabem ou não responderam. Desde fevereiro de 2022, o atual comandante do Planalto subiu quase quatro pontos percentuais no embate com Lula, enquanto o petista diminuiu as intenções de voto neste cenário em quase três por cento.

Percepção e rejeição

O instituto também mediu qual a percepção dos brasileiros do candidato que vencerá as eleições presidenciais em outubro. Para 48,2%, o vencedor será o ex-presidente Lula, enquanto para 37,9% Bolsonaro conseguirá se reeleger. Os demais candidatos foram, somados, o palpite de menos de 5% dos entrevistados. Entre aqueles que não seriam o voto dos eleitores de jeito nenhum, o campeão de rejeição foi o ex-governador de São Paulo, João Doria, que não receberia votos de 63,1% dos entrevistados. Em segundo lugar, o candidato menos aprovado foi Jair Bolsonaro, com 50,9%; seguido de Ciro Gomes, que seria rejeitado por 46,9% do eleitorado.

Para realizar o estudo, o instituto Paraná Pesquisas entrevistou 2.020 eleitores presencialmente nos 26 Estados e o Distrito Federal. No total, 166 municípios participaram do levantamento, que ocorreu entre os dias 28 de abril e 03 de maio de 2022. A amostra atingiu um grau de 95% de confiabilidade, com uma margem de erro de 2,2% para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral através do código: BR-09280/2022.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe