Após serem rejeitados para emprego, amigos com “Síndrome de Down” abrem pizzaria

Síndrome de Down

Amigos com “Síndrome de Down” abrem pizzaria que é um sucesso

Amigos com síndrome de down abrem pizzaria após não conseguirem emprego

A Los Perejiles é um negócio criado por um grupo de jovens argentinos com Síndrome de Down que viu no empreendedorismo uma oportunidade de trabalho.

Leia mais: Sabia que existem apenas dois tipos de traições?

Não é incomum jovens com síndrome de Down passarem por dificuldades para entrar no mercado de trabalho. Na Argentina, a situação das pessoas nesta condição não é diferente: por lá, faltam oportunidades para esse grupo de pessoas. Foi por isso que quatro amigos decidiram mudar a ordem e criar seu próprio emprego.

São os fundadores da Los Perejiles, uma pizzaria especializada em festas e eventos. O negócio foi fundado em 2016 por Mateo Kawaguchi e três colegas, Leandro Lopez, Mauricio e Franco.

Todos tinham sofrido com experiências ruins no mercado de trabalho. Em suma, não conseguiam bons empregos simplesmente por terem síndrome de Down.

Cansados de depender de terceiros para trabalhar, montaram seu próprio negócio. A mãe de Kawaguchi ajudou os meninos no processo. Em comum, todos tinham a paixão pela pizza. Decidiram, então, criar uma empresa que oferecesse o serviço de pizzaria para pequenos eventos.

E a ideia deu muito certo. Em um ano, realizaram mais de 200 eventos, levando pizzas e comidas italianas tradicionais como as bruschettas para festas, casamentos e eventos privados. Um dos motivos para o negócio deslanchar foi uma foto postada em uma dos primeiros eventos realizados pela Los Perejiles.

Síndrome de Down

A imagem viralizou e o grupo recebeu diversos pedidos pela Argentina. A empresa atua em San Isidro, cidade próxima a capital Buenos Aires.

O buffet da empresa hoje tem capacidade para atender até 600 pessoas em um único evento. “Somos mais de 20 jovens com a gana diária de nos superarmos”, diz a empresa em seu site oficial.

Ator com síndrome de Down rouba a cena em ‘O Tempo Não Para’

Com tiradas bem-humoradas, Pedro Baião vem se destacando na nova novela das 19h

Quem acompanha a nova novela das 19h da TV Globo, O Tempo Não Para, com certeza já reparou no ator Pedro Baião, que interpreta um dos funcionários da empresa Samvita.

Síndrome de Down

O jovem, que tem síndrome de Down, apesar de por enquanto ter aparecido poucas vezes, já rouba a cena com falas recheadas de bom humor. No capítulo desta quinta-feira, 16, após Marocas (Juliana Paiva) passar alucinada pelo escritório, derrubando tudo que tinha no caminho, o personagem fez um trocadilho com sua condição genética. “Eu, hein! Parece doida, depois o especial aqui sou eu”, disse ele.

Nascido no Rio de Janeiro, Pedro tem 27 anos e se apaixonou por sua atual profissão em 2010, quando frequentou o Tablado, conceituado grupo de teatro amador.

Em 2015, após fazer aulas de dança, canto e artes cênicas, o rapaz fez sua estreia nos palcos como profissional na peça #broncadequê?, que levantava a discussão sobre inclusão social.

Compartilhe