Presidente da Assembleia de Deus é preso

O líder religioso também como terapeuta de casais, psicanalista e sexólogo. Presidente da Assembleia de Deus é preso

O pastor Sérgio Amaral Brito, de 59 anos, presidente de duas unidades da Igreja Assembleia de Deus na baixada fluminense, teve a prisão preventiva decretada pela acusação de estupro de vulnerável. São pelo menos dez vítimas. Presidente da Assembleia de Deus é preso…

Leia mais: Homem salva criança de afogamento e é morto pelo pai do menino

Sérgio Brito é conhecido no meio evangélico por sua participação semanal na Rádio Melodia. A investigação começou depois de uma mulher fazer uma denúncia na delegacia de Piabetá (66ª DP) no início deste mês.

A vítima, que frequentava a Assembleia de Deus de Jardim Primavera, contou à policia que foi abusada sexualmente após ser submetida a uma sessão de hipnose.

Ela relatou o ocorrido para a família, que cobrou explicações do pastor. Ele disse que estava arrependido e pediu orações. A mulher resolveu dar queixa.

Depois da primeira denúncia, outras mulheres foram à delegacia e relataram crimes semelhantes. O líder religioso também atua como terapeuta de casais, psicanalista e sexólogo. Segundo o delegado que investiga o caso, Ângelo Lages, o pastor planejava fugir da cidade antes de ser detido.

Compartilhe