Lauro de Freitas: eleição 2020

Com a proximidade da época das convenções partidárias em setembro, partidos e personagens políticos em Lauro de Freitas apressam os passos para saber “quem vai e quem fica no meio do caminho”, dentro das composições majoritárias ou proporcionais.

Leia também: Pobre Lauro de Freitas, até quando ficará nas mãos dos incompetentes?

É de fato notório observarmos que o Partido Democrata (DEM), aparenta estar alinhado entre seu pré candidato, Teobaldo Costa e seu vice na chapa, Mateus Reis. Ambos andam cada dia mais alinhados com os anseios do partido, que ameaça sim a continuidade de mais um mandato petista no município, uma das cidades estratégicas do PT no estado.

O assunto da última semana foi a hashtag “fogo no parquinho”, só que desta vez, quem ascendeu o fósforo foi o presidente do PSC, Junior Neves que parece ter colocado até então um ponto final nos sonhos do então empolgadíssimo Gustavo Ferraz, e aí… “ferrou de vez”.

O PSC, partido ao qual Ferraz espalhou sua onda de esperança frustrou os desejos do simpático pré candidato ao emitir uma nota que afirmava o apoio do partido à chapa da prefeita e pré candidata petista Moema Gramacho nas eleições deste ano. Gustavo Ferraz também publicou em suas redes sociais uma nota onde afirma que “ainda está no jogo” e que o desejo de ser candidato permanece vivo.

Pelo PTB, o homem que disse há um bom tempo que “revelaria uma bomba”, sobre a gestão de Moema Gramacho ainda não cumpriu sua palavra, mas parece mesmo que a onda dele é surfar com a direita. Nas fotos entre o presidente nacional do seu atual partido, o polêmico Roberto Jefferson e o presidente Jair Bolsonaro, Mauro Cardim continua aparentemente na mesma e nós aqui, aguardando a bomba, as propostas ou um tiro n’água de sempre.

Já o lado que nos enche de euforia mesmo está sendo lá pelas bandas da base da pré candidata à reeleição pela quarta vez, a “gulosinha e sapeca”, prefeita Moema Gramacho.

Fontes ligadas ao Burburinho News andam “aglomerando” a nossa caixinha de informações com relatos de que o incômodo causado por uma possível indicação do ex Secretário de Saúde, Dr. Vidigal Cafezeiro para ser o vice de Moema na chapa seria “um suicídio de votos”, entre os petistas mais raízes, um colapso na parceria tão fofinha e necessária com o PP do “ex rival político do PT”, o vice governador João Leão que indicou o ex tucano e republicano, o vereador Antônio Rosalvo.

Rosalvo por sua vez correu muito bem por fora fazendo alianças e juras de amor para 13 partidos da base aliada, inclusive do seu ex partido o Republicanos, o mesmo partido do Dr. Vidigal que “comeu mosca” e parece realmente não ter tanta força, popularidade ou se quer influência com seu atual partido que o colocou apenas na vontade. “Dr. Vaselina”, como é conhecido entre os correligionários petistas que parecem não irem muito com sua cara, deve mesmo disputar uma das cadeiras na Câmara Municipal este ano.

Sem muitas novidades, a chapa encabeçada pela Deputada Estadual e pré candidata pelo PSD, Mirela Macedo que já tem seu vice escolhido, o vereador Fausto Franco (PDT), é tratada como uma chapa “morde e assopra”. O PSD como todos sabem faz parte da base aliada do governador Rui Costa (PT), fica fácil de ser entendida a participação de Mirela na corrida que deve sem sombra de duvidas estar mais como “aliada” da atual gestão na disputa eleitoral do que uma possível ameaça à prefeita Moema Gramacho.

Mirela teve sua cota na gestão no caso dos 400 cargos cedidos por Moema aos indicados de Mirela no inicio da gestão até o inicio deste ano. A Secretaria de Saúde do município está “fatiada” hoje entre os partidos Republicanos, PP e PT. Lauro de Freitas

Lauro de Freitas

Fonte: Burburinho News

Compartilhe