Demissão histórica é anunciada no Governo Bolsonaro após longa discussão

Demissão histórica é anunciada no Governo Bolsonaro

Demissão histórica é anunciada no Governo Bolsonaro

O Governo do capitão da reserva do Exército, Jair Messias Bolsonaro, já contou com algumas grandes demissões. Mas agora, uma saída histórica aconteceu, esta que foi anunciada pelo polêmico ministro Ricardo Vélez. Demissão histórica é anunciada no Governo Bolsonaro

Leia mais: Marido finge ser surdo-mudo por 62 anos para não ter de aturar a mulher

Vélez é quem está no Ministério da Educação e foi indicado pelo filósofo direitista Olavo de Carvalho, que tem grande influência no Governo Bolsonaro, apesar de não ter aceitado o convite para integrar um cargo.

Olavo tem seus ideais e seus seguidores, que no entanto travaram uma longa discussão com militares e técnicos em cargos comissionados no ministério. Os ‘olavistas’ acusavam o Coronel Roquetti de estar ‘isolando’ Vélez e tomando decisões.

Contudo, Vélez teve uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro e logo depois anunciou a demissão de um Coronel, algo pouco esperado que acontecesse, por conta de Jair exaltar tanto todos os militares e evitar ao máximo confronto com esta ala política.

Olavo de Carvalho é um dos grandes influenciadores da direita e Eduardo Bolsonaro já afirmou que o Governo Bolsonaro é apenas um seguidor de suas ideologias. No entanto, por conta disso que ‘olavistas’ não gostam que surjam mandantes no Governo que ‘fujam’ do ideal de Olavo.

Com o tempo, a influência do coronel sobre Vélez aumentou, e ele acabou abandonando qualquer pretensão de ter uma função específica (…) Perambulava pelo gabinete como a eminência parda do ministro, dando ordens, tomando decisões, indicando amigos para os cargos que vagavam”, disse o assessor Silvio Grimaldo, que foi afastado do cargo por influência do Coronel.

Compartilhe