Bispo pede que cristãos cancelem Netflix após sátira com Jesus

Netflix

Bispo pede que cristãos cancelem Netflix 

Porta dos Fundos lançou um especial de natal chamado “A Primeira Tentação de Cristo”, que trata sobre um romance gay entre Jesus e o diabo na Netflix.

O bispo Dom Henrique Soares da Costa, que é natural da cidade de Penedo, em Alagoas, fez um declaração em que pede um boicote ao Netflix. O texto foi publicado na rede social oficial dele após um especial do Porta dos Fundos, chamado “A Primeira Tentação de Cristo”, estrear no serviço de streaming. 

No filme do grupo de comédia, uma relação homossexual entre Jesus e o diabo é insinuada. Além disso, Deus, Maria e José formam um triângulo amoroso.

A produção de Fabio Porchat e Gregório Duvivier gerou bastante polêmica. De acordo com o bispo, o filme é “debochado e desrespeitoso ao extremo com alguém que você ama”. Por esse motivo, ele ainda declarou que os cristãos não tinham outra alternativa a não ser boicotar o serviço.

“O que nos resta fazer, se realmente cremos no Senhor Jesus Cristo, se O amamos, se O confessamos como Deus verdadeiro feito verdadeiro homem? Uma só coisa: atingir essa gente naquilo que realmente lhe importa: o bolso! Sim, porque o deus dessa turma é o dinheiro”, escreveu Dom Henrique. 

Em outro trecho, ele diz que a Netflix debochou da fé. “Em pleno tempo de preparação para o Natal do Senhor a Netflix deu um bofetão no rosto de todos os cristãos; cuspiu na nossa cara, zombando da nossa fé.”

Já em outra parte do texto, o bispo pede que os cristãos realizem o cancelamento da Netflix. “Então, como Bispo da Igreja, eu exorto vivamente aos cristãos: neste Natal, proclame seu amor, sua fé, seu respeito em relação a Nosso Senhor Jesus Cristo; mostre que seu amor por Ele é real e ativo: cancele a assinatura da Netflix e lá, no menu apropriado, explique o motivo: “desrespeito por Jesus Cristo”, “desrespeito pelo cristianismo”, etc.”

Netflix

Compartilhe