Ex-presidente Lula conversou com o EL País, na Espanha

Em passagem pela Europa, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a comentar sobre sua pré-candidatura à presidência da República em 2022. Ao jornal EL País, na Espanha, o petista comentou sobre os índices de desemprego e a fome no Brasil.

Leia mais:  Homem faz tatuagem no ÂNUS em protesto contra Bolsonaro

“O que nós estamos vendo hoje é que o Brasil está quebrado. Temos mais desemprego e inflação. E a fome, que tinha acabado em 2014, voltou com muita força. […] Minha causa é a luta contra a desigualdade no Brasil e no mundo. Não posso admitir que o mundo produza mais alimentos do que a humanidade pode comer, e que tenhamos 800 milhões de pessoas com fome no mundo.

Nem que no Brasil, que é o terceiro produtor de alimento do mundo, as pessoas estejam passando fome. […] O mundo não pode continuar assim”, disse Lula.

“Tenho que voltar para fazer o Brasil recuperar o seu prestígio internacional e que o povo possa comer três vezes ao dia”, acrescentou o petista em outro momento da entrevista.

Quando questionado sobre o apoio que o povo brasileiro deu ao atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 2018, Lula disse que o voto foi pela mesma razão que o eleitor americano votou em Trump.

“Foi um momento de desajuste emocional de uma parte da humanidade.

Como com o Vox aqui. Aconteceu no mundo todo. A mentira prevalece sobre a verdade. Bolsonaro é mentiroso, não entende a economia, não entende os problemas sociais. Se eu não tivesse um envolvimento com o movimento sindical, com a sociedade mais pobre do Brasil, se o PT não fosse um partido organizado, eu teria sido destruído”, disse o ex-presidente.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Lula

Compartilhe