Vídeo: Momentos antes de menina de 8 anos ser estuprada e estrangulada até a morte

Momentos antes de menina de 8 anos ser estuprada e estrangulada até a morte

Segundo informações, uma onda de protestos aconteceu após a morte da garotinha Momentos antes.

Imagens de câmeras de segurança capturaram os últimos momentos de uma garota chamada Zainab Ansari, de apenas 8 anos, que foi estuprada, estrangulada até morrer e depois teve o corpo jogado uma pilha de lixo na província de Punjab, no Paquistão. Zainab estava a caminho de um recital do alcorão quando um homem se aproximou dela, agarrou-a pela mão e a conduziu, segundo relatos da Polícia. Seu corpo foi encontrado a cerca de 2 km de sua casa pelos moradores da cidade de Kasur, na terça-feira (9).

A polícia está investigando o assassino. O homem que aparece nas imagens é o principal suspeito de ter cometido o crime.

A menina foi sequestrada quando seus pais estavam ausentes em uma peregrinação religiosa a Meca, na Arábia Saudita. O pai da vítima, Ameen Ansari, disse que vai enterrar o corpo de sua filha depois que o assassino for preso.

“Nós não vamos enterrar Zainab até que o assassino seja pego”, disse, depois que ele e sua esposa chegaram ao Aeroporto de Islamabad, de acordo com o portal de notícias do jornal britânico Daily Mail. O pai da garotinha disse que a polícia não agiu rapidamente para encontrar a filha.

A mãe de Zainab disse: “Não tenho nada a dizer, eu só quero justiça para minha filha,” O assassinato da menina causou revolta em todo o país, inclusive com o envolvimento de celebridades locais, entre elas Imran Khan, ex-jogador de críquete e que atualmente é político. Khan usou sua conta no Twitter para expressar sua frustração.

“O violento e horrível estupro e assassinato da pequena Zainab expõe mais uma vez a vulnerabilidade que nossos filhos estão em nossa sociedade”, escreveu ele.

Na quarta-feira (10), uma multidão foi para as ruas e atacou uma delegacia de polícia e um prédio do governo na província oriental de Punjab, o que gerou a confrontos com policiais. Dois civis foram mortos a tiros e vários feridos depois que a polícia retaliou os protestos violentos. “Eles começaram a jogar pedras no escritório e alguns dos manifestantes armados dispararam balas na polícia. Para detê-los, a polícia reagiu”, disse Malik Muhammad Ahmad Khan, porta-voz da polícia.

Momentos

“Um protesto pacífico ocorreu. Alguns estudantes jogaram pedras e a polícia respondeu disparando contra a multidão”, disse Salem a Rehman, residente na área onde ocorreu o protesto. Segundo informações, a polícia suspeita que a menina foi vítima do mesmo suspeito de sequestrar, estuprar e assassinar outras cinco crianças na cidade de Kasur em 2017. O suspeito de ter cometido o crime ainda não foi encontrado pela polícia. O caso continua sendo investigado.

Via Noticiasf5

Compartilhe
Scroll Up