Esposa corta pênis do marido após ele estuprar a filha de 6 anos 

Esposa corta pênis do marido após ele estuprar a filha

Esposa corta pênis do marido após ele estuprar a filha

Uma mulher de 24 anos de idade está fazendo sucesso nas redes sociais após seu caso se tornar viral. Ela cortou fora o órgão genital de seu próprio marido, na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, que fica no estado do Espírito Santo. Esposa corta pênis do marido após ele estuprar a filha…

Tudo aconteceu após ela descobrir que seu parceiro teria abusado sexualmente de sua filha de apenas 6 anos de idade. O homem que teve o ‘amigo’ decepado possui 26 anos de idade e não teve seu nome revelado.

A polícia informou que o estupro aconteceu na casa da avó que é cega. O rapaz aproveitou a oportunidade que teve sozinho com a enteada e usou a deficiência da idosa para cometer o abuso. Porém, a criança de apenas 6 anos de idade sentiu muita dor e começou a gritar.

O homem teria feito ameaças para a criança caso ela revelasse para sua mãe o que tinha acontecido. Com medo de apanhar, a garotinha contou tudo para sua querida avó que depois contou para sua mãe. Ao descobrir o que sua querida filha estava passando, a jovem de 24 anos ligou imediatamente para a Polícia Militar.

Os policiais disseram para que ela ligasse para o Conselho Tutelar da cidade e uma reunião foi marcada para a quinta-feira, dia 29. Se sabe que a garotinha é fruto de um outro relacionamento e com o atual parceiro a mulher tinha outra filha de apenas 2 anos de idade.

A mãe não foi capaz de suportar toda a raiva e o ódio que estava sentindo do parceiro e por volta das 22h da noite, conforme informou a polícia, teve um ataque de fúria e foi até a cozinha onde pegou uma faca que seria utilizada para cortar fora o órgão genital do companheiro que estava dormindo.

Após ‘capar’ o marido, fugiu da residência levando suas filhas para a casa da mãe e quando chegou lá ligou para a Polícia Militar novamente e explicou o que tinha acontecido. O suspeito foi socorrido e levado para o hospital mais próximo. Se sabe que a mulher foi presa em flagrante e pode cumprir pena enquanto o estuprador não foi preso em flagrante e poderá responder em liberdade.

Compartilhe