Casemiro Neto e família são investigados por formação de quadrilha

Casemiro Neto

Casemiro Neto e família são investigados na operação Aleteia

Após a justiça acatar uma denúncia do Ministério Público da Bahia, o apresentador Casemiro Neto e parte de sua família viraram réus, por crimes de ordem tributária. A operação Aleteia investiga um esquema de fraude de empresas e sonegação fiscal.

Veja também: Ganhador da loteria despeja 10 toneladas de bosta na casa de ex patrão

Entre os citados estão Rafael Prado Cardoso, filho do apresentador; Ana Maria de Macedo Prado Cardoso, esposa de Casemiro; além de Ariana Nasi Anes Cardoso, que é nora dele.

Na denúncia, constam crimes como formação de quadrilha; dissimular a natureza, origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens; e novar artificiosamente, na pendência de processo civil ou administrativo, o estado de lugar, de coisa ou de pessoa, com o fim de induzir a erro o juiz ou o perito.

Compartilhe