Na zona de rebaixamento, Vitória quebra invencibilidade do Corinthians por 1 a 0

Vitória quebra invencibilidade do Corinthians por 1 a 0

Vitória quebra invencibilidade do Corinthians Jogos como o de hoje comprovam que não existe lógica quando se trata de futebol.

Líder invicto, melhor campanha como mandante, melhor defesa, 34 jogos sem perder, diversos predicados que faziam do Corinthians favorito absoluto para a partida deste sábado (17). Do outro lado, um combalido Vitória, 19º colocado e vindo de uma derrota em casa contra o Avaí.

Porém, se a campanha em casa tem deixado a desejar, o rubro-negro tem sido valente fora dos seus domínios e saiu de Itaquera com importantes 3 pontos na conta após o surpreendente triunfo por 1 a 0, devolvendo o placar do primeiro turno. De quebra, o rubro-negro quebrou uma incômoda escrita de nunca ter vencido o adversário como visitante.

Com o resultado, o rubro-negro respira e vê a distância para o primeiro time fora do Z4, o São Paulo, zerar e ser definida apenas pelo saldo de gols, -3 para a equipe paulista contra – 9 para o Vitória.

Na próxima rodada, o Vitória vai ao Paraná para enfrentar o Coritiba no Couto Pereira pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo

Com uma postura cautelosa e baseada na velocidade dos contra-ataques, o Vitória sofreu com as investidas da equipe paulista nos primeiros minutos. Com muita posse de bola e organizado  em campo, o Corinthians descia em bloco e controlava o ritmo do jogo, porém sem conseguir finalizar com perigo ao gol de Fernando Miguel.

Aos 11 minutos a estratégia deu certo. Em contra-ataque mortal, Neílton desceu em velocidade e abriu na direita para Santiago Trellez que chutou e viu a bola desviar nas pernas de Guilherme Arana e morrer no fundo da meta de Cássio. Com o resultado adverso, o Corinthians partiu pra cima e chegou a ter 77% da posse de bola durante a partida.

Intervenções de Fernando Miguel em chutes de Jô, Rodriguinho e Romero levaram a partida para o intervalo com o 1 a 0 para a equipe baiana no placar, mesmo que as estatísticas apontassem uma superioridade esmagadora da equipe paulista. Só no primeiro tempo, foram 12 finalizações contra apenas uma do rubro-negro, que foi suficiente para o gol.

No segundo tempo, a história se repetiu. A equipe paulista dominava as ações mas esbarrava na defesa bem montada por Vagner Mancini.

Aos 5 minutos da segunda etapa, um lance polêmico que poderia ter custado caro ao Vitória quando Caíque Sá cruzou para a área e Kanu marcou de cabeça. A arbitragem marcou impedimento do zagueiro rubro-nego mas o replay mostrou que a condição do jogador era legal.

O Corinthians seguiu com mais de 70% da posse de bola durante todo o jogo, mas quando conseguia espaço para finalizar, esbarrava em Fernando Miguel em tarde inspirada. Já o Vitória, penava pra encaixar os contra-ataques e se fechava cada vez mais no setor defensivo. A chance de matar o jogo veio aos 25 minutos, quando Trellez serviu Neilton dentro da área e o atacante chutou para grande defesa de Cássio.

Ciente da importância do resultado, Mancini fechou a casinha e esperou pelo apito final para garantir os três pontos ao rubro-negro na partida. Tabu quebrado, moral recuperada e expectativa da torcida de que a equipe se apresente do mesmo jeito no Barradão.

Vitória quebra invencibilidade do Corinthians

VEJA TAMBÉM 

Compartilhem: Família procura menina de 14 anos desaparecida

Fonte: Bahia.ba

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*