Vítima de João de Deus tira a própria vida e motivo é revelado

Vítima de João de Deus tira a própria vida

Vítima de João de Deus tira a própria vida e motivo é revelado

Infelizmente, esta quarta-feira (12) foi marcada pela dor e desespero de uma das muitas mulheres que acusam o médium João de Deus de abuso. De acordo com o portal de notícias Catacra Livre, a ativista social pelos direitos humanos, Sabrina Bittencourt, informou a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, que diante da pressão e do medo, a vítima optou por tirar a própria vida. Vítima de João de Deus tira a própria vida

Leia mais: Mulher de pastor some por 3 semanas volta e diz que está grávida de um anjo

Desde a última sexta-feira (7), quando as primeiras denúncias vieram à tona através do programa Conversa com Bial, exibido pela TV Globo, mais de 200 mulheres procuraram a polícia para denunciar o médium por abuso sexual, e entre elas, estava a jovem que se matou hoje.

Mulher que acusa João de Deus de abuso sexual tira a própria vida após ser humilhada

Segundo Sabrina, a mulher entrou em desespero quando ficou sabendo que o médium estava de volta à Abadiâna (GO). João de Deus esteve hoje na casa Casa Dom Inácio de Loyola. O líder espiritual disse que é inocente de todas as acusações e que pretende provar que está falando a verdade.

Com medo de retaliações, e por ser constantemente humilhada pela família, que nunca acreditou em suas acusações, a jovem cometeu o suicídio. Sabrina conta que todos da família da mulher são ‘seguidores’ de João de Deus e confiam plenamente no médium.

Prisão preventiva

Durante a tarde desta quarta-feira, o Ministério Público de Goiás (MP – GO), fez um pedido de prisão preventiva do médium João de Deus, suspeito de praticar abusos sexuais em mulheres durante tratamentos espirituais.  O pedido foi protocolado por volta das 17h45, pelos promotores Luciano Miranda e Patrícia Otoni, na promotoria de Abadiânia.

Compartilhe