Vereador que comemorou prisão de Lula é preso por corrupção

Vereador que comemorou prisão de Lula

Vereador que comemorou prisão de Lula. Wilson Pinheiro (PP) exibiu camiseta escrito “Lula tá preso, babaca”; ele é acusado desviar recursos públicos de contratos para transporte de alunos em Uberlândia (MG)

Vereador de Uberlândia, em Minas Gerais, Wilson Pinheiro (PP) foi um dos políticos a comemorar a prisão do ex-presidente Lula (PT). Em suas redes sociais, ele publicou uma imagem na qual aparecia trajando uma camiseta com os dizeres ‘O Lula tá preso, babaca’ e segurando uma algema. Vereador que comemorou prisão de Lula

Veja também: Filho mata e enterra mãe dentro de geladeira no quintal de casa

Na última sexta-feira (25), Wilson foi preso durante a Operação Poderoso Chefão, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), acusado de integrar organização criminosa que desvia recursos públicos.

Ele teve suspenso seu mandato na Câmara municipal, contudo está em prisão domiciliar autorizada pela Justiça, após alegar que estaria se recuperando de uma cirurgia.

Junto com Wilson, foram presos outros dois vereadores: Alexandre Nogueira (PSD) e Juliano Modesto (SD). Conforme apontaram as investigações da polícia, os três são acusados de organização criminosa, atuando no desvio de recursos públicos vindos de contratos de prestação de serviço público municipal de transporte de alunos.

A quadrilha lavava dinheiro por meio de laranjas e diversas empresas que estavam em nomes de dirigentes da Cooperativa dos Transportadores de Passageiros e Cargas (Coopass) e da ATP. O esquema contemplava falsificação de documentos e adulteração de quilometragem percorrida pelos veículos para que fosse feito o repasse dos valores superfaturados à ATP. Com informações da Revista Fórum.

Vereador que comemorou prisão de Lula
Compartilhe