Vampiro de Itapoã mata homem e bebe o sangue no DF

Vampiro de Itapoã

Um homem acusado de um assassinato e de beber o sangue da vítima em um ritual de magia negra é procurado no Distrito Federal. O corpo da vítima foi achado nesta terça-feira (14), na região de Itapoã, dentro de uma manilha. Conhecido como “Vampiro de Itapoã”, o suspeito fugiu do local, mas já foi identificado, segundo o site Metrópoles. O nome dele não foi divulgado.

Leia mais: Filho mata a mãe a facadas e choca população de Paulo Afonso

Heraldo José de Carvalho, 43 anos, foi morto com golpes de facão. Segundo a polícia, depois do crime o assassino bebeu o sangue de Heraldo ainda quente e tentou esconder o corpo na tubulação, que tem cerca de um metro de diâmetro. O corpo teve que ser resgatado da galeria pluvial.

Vítima e suspeito moravam próximos e o crime aconteceu porque Heraldo não teria cumprido um acordo. Os dois tinham combinado que Heraldo receberia duas pedras de crack para construir uma cerca para o suspeito, mas não o fez.

Na casa do suspeito, a polícia encontrou vários animais mortos, como cães e gatos, além de penas de codornas. “Conversamos com algumas testemunhas, inclusive com a mulher da vítima que foi assassinada. Ela contou que o homem costumava beber o sangue dos animais em supostos rituais de magia negra”, contou ao Metrópoles a delegada Jane Klebia.

Compartilhe