Terror em Lauro de Freitas: Troca de tiros entre facções criminosas no Capelão 

Troca de tiros entre facções criminosas

Troca de tiros entre facções criminosas no Residencial Capelão 

Moradores no Residencial Capelão do Programa Federal Minha Casa Minha Vida, bairro de Lauro de Freitas região metropolitana de Salvador, viveram um clima de guerra na noite dessa quarta-feira (03) por volta das 20:30, dezenas de homens fortemente armados invadiram o condomínio gritando o nome de uma facção criminosa e atirando. Troca de tiros entre facções criminosas.

Leia mais: Estupro marital: “Ele me ameaçou com faca e me estuprou por horas”

Segundo um morador, foram mais de 30 tiros disparados pelos marginais que botaram os moradores pra correr com medo de morrerem. As crianças estão em pânico porque presenciaram  o crime com os bandidos encapuzadas e gritos de ordem.

Foi tanto tiro que eu achei que ia morrer. Eles estavam com as mochilas cheias de armas, disse um morador que viveu o clima de guerra nessa quarta.

A policia militar foi acionada mas, até o momento ninguém foi preso e sem informações sobre a autoria e o que motivaram os meliantes a invadirem o residencial. O caso está sendo investigado pele 27 policia civil de Itinga.

Lauro de Freitas é a segunda cidade mais violenta do país; outros três municípios baianos estão nos 10 mais

Quatro cidades baianas estão entre os dez municípios mais violentos do país, segundo o Atlas da Violência 2017, divulgado nesta segunda-feira (5). De acordo com o ranking, Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), é a segunda cidade do pais com a maior taxas de homicídio e de mortes violentas.

O estudo analisa os dados mais recentes do Ministério da Saúde, referentes ao ano de 2015, e utiliza como critério a soma das taxas de homicídio e de mortes violentas com causa indeterminada (índice classificado pela sigla ‘MVCI’). Outros três municípios baianos aparecem no ranking: Simões Filho, na quinta posição, Teixeira de Freitas, na sétima, e Porto Seguro, na nona.

O ranking só leva em consideração cidades que possuem população superior a 100 mil habitantes, e oito dos 10 primeiros municípios estão no Nordeste.

Veja o ranking das cidades mais violentas:

1º – Altamira (Pará), com taxa de 107 homicídios por 100 mil habitantes
2º – Lauro de Freitas (Bahia), com 97,7
3º – Nossa Senhora do Socorro (Sergipe), com 96,4
4º – São José de Ribamar (Maranhão), com 96,4
5º – Simões Filho (Bahia), com 92,3
6º – Maracanaú (Ceará), com 89,4
7º – Teixeira de Freitas (Bahia), com 88,1
8º – Piraquara (Paraná), com 87,1
9º – Porto Seguro (Bahia), com 86,0
10º – Cabo de Santo Agostinho (Pernambuco), com 85,3

Compartilhe