“Somos tratados como criminosos”, diz vereador sobre gestão de Moema Gramacho

gestão de Moema Gramacho

Denuncia de descaso na gestão de Moema Gramacho

Nessa terça-feira (28), na câmara de vereadores de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, o edil Coca Branco (PPS) afirmou que a oposição política na cidade é tratada como se fossemos criminosos. Descaso na gestão de Moema Gramacho.

Leia mais: Internautas comemoram morte de Gabriel Diniz porque seguia Bolsonaro no Twitter

Segundo o edil, a oposição não tem direito de fiscalizar a gestão porque se fiscalizar incomoda mas. vai continuar incomodando porque porque essa é uma das maiores prerrogativas do vereador que se respeita nessa cidade. Tentando buscar muitas coisas para o povo e as portas podem até abrirem para entrarmos porquê nao tem jeito porém, a resposta nao temos.

A resposta da atual gestão, segundo ele é zero porque o respeito de quem está no poder é zero a favor do povo mas que graças a Deus esta passando pois falta bem pouco pra esse povo que tá ai na prefeitura acabando com a cidade ir embora e nunca mais voltar, concluiu!

Cinco das dez cidades mais violentas do país estão na BA. Lauro de Freitas é uma delas.

Cinco das dez cidades brasileiras com as maiores taxas de mortes violentas, dentre aquelas que têm mais de 100 mil habitantes, estão na Bahia. É o que indica o Atlas da Violência 2018 sobre os municípios, com dados referentes a 2016, que foram divulgados nesta sexta-feira (15).

No ano do estudo, o país tinha 309 municípios com número de habitantes superior a 100 mil. Feita com dados do Ministério da Saúde (MS), a pesquisa é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Eunápolis, no extremo sul do estado, é a cidade baiana com o segundo pior dado do pais. Segundo o Atlas, o município teve uma taxa de 124,3 mortes violentas para cada grupo de 100 mil habitantes.

Os números só foram piores do que a registrados em Queimados, no Rio de Janeiro, onde a taxa de homicídios, no mesmo período, foi de 134,9.

Em seguida vêm Porto Seguro, no extremo sul, com 101,7 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes; e Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, com taxa de 99,2 mortes.

Compartilhe