Rui Costa

Rui Costa pede para renovar estado de calamidade da Bahia até 31 de dezembro de 2021

O governador da Bahia, Rui Costa, enviou para a Assembleia Legislativa do Estado, uma proposta que pede a renovação reconhecimento e declaração do estado de calamidade pública.

Leia mais: Rui Costa aumenta pela quinta vez o ICMS do combustível só em 2021

Conforme publicação no Diário Oficial do Legislativo desta terça-feira (15), os efeitos do pedido vão até 31 de dezembro de 2021.

Segundo Rui, “a segunda onda da Covid-19, cujos efeitos vêm sendo experimentados com crescimento das taxas de contaminação, adoecimento e morte, ainda impõe gravidade a este momento”.

A Bahia registrou 1.805 novos casos e 88 óbitos por covid-19, doença causada pelo coronavírus, nesta segunda (14), de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Desde o início da pandemia, o estado contabilizou 1.066.552 casos e  22.601 óbitos.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

BA é responsável por 13,5% das mortes violentas registradas no 1º trimestre de 2021 em todo o país

Em número absolutos, a Bahia liderou a quantidade de casos entre janeiro e março, no país, com 1.449 registros. São dois casos a menos do o total registrado no 1º trimestre de 2020.

A Bahia foi o estado responsável por 13,5% de todas as mortes violentas registradas no país, no primeiro trimestre deste ano. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (31), pelo Monitor da Violência, que apontou um recuo de 11% nos assassinatos ocorridos no período, no Brasil.

Segundo os dados, a Bahia registrou entre janeiro e março deste ano, 1.449 mortes violentas (homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte), enquanto o Brasil como um todo teve 10.663 registros.

Compartilhe