Clube masculino faz publicidade ofensiva e recebe repúdio de enfermeiros e médicos

enfermeiros e médicos

Nota de repúdio de enfermeiros e médicos

O Sindicatos dos Enfermeiros do Estado da Bahia e o Conselho Regional de Medicina se posionaram de forma veemente contra uma campanha publicitária do clube masculino Platinum. A referida campanha era ligada ao Dia do Médico, onde uma imagem foi divulgada nas redes sociais do clube com uma mulher vestida com uma fantasia sexual de enfermeira e a seguinte legenda: “Convocamos todos os doutores para dar plantão. Nota de repúdio de enfermeiros e médicos.

Leia mais: Homem corta cabeça da namorada após ela rejeitar proposta de casamento
Se você não for médico, não se preocupe. Nossas enfermeiras estarão a postos para cuidar de você”. Depois da polêmica, a imagem foi apagada das redes sociais do clube. A festa está programada para ocorrer nesta quinta-feira (18), Dia do Médico.

Em nota, o Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia (Seeb) repudiou a ação do clube, lembrou que a casa é conhecida por explorar sexualmente mulheres e afirmou que ações como esta estimulam a violência sexual contra as profissionais da área: “O Seeb repudia a Platinum Salvador pela propaganda veiculada sobre o dia do médico em que utiliza a imagem de uma enfermeira erotizada para divulgar os serviços oferecidos.

A Platinum é conhecida por explorar sexualmente mulheres e atrelar a imagem da enfermeira a isto é mais uma vez se utilizar do machismo e patriarcado para auferir lucros, dado que mais de 80% da força de trabalho da profissão enfermeira é composta por mulheres. A exploração sexual de mulheres é deplorável e o tipo de propaganda feita pela Platinum estimula a violência sexual contra todas as mulheres, mas especificamente contra as enfermeiras. Não à exploração sexual de mulheres. Não ao machismo e ao patriarcado”.

Leia mais: Homem corta garganta da esposa após descobrir que ele não era o pai dos seus filhos
Não satisfeita com as acusações, a Platinun Lounge Bar repudiou a nota do Sindicato dos Enfermeiros: “A Platinum é um estabelecimento comercial que visa o entretenimento adulto de Salvador. Diferentemente, do que consta na nota de repúdio, a Platinum não tem por finalidade a exploração sexual de mulher. Tal acusação feita pelo Sindicato acima mencionado é muito grave e denigre a imagem do nosso estabelecimento.
Vale ressaltar ainda que, em recente decisão, o Superior Tribunal de Justiça entendeu que: ‘o estabelecimento que não se volta exclusivamente à prática de mercancia sexual, tampouco envolve menores de idade ou do qual se comprove retirada de proveito, auferindo lucros da atividade sexual alheia mediante ameaça, coerção, violência ou qualquer outra forma de violação ou tolhimento à liberdade das pessoas, não configura exploração sexual’. Entendimento do qual, o nosso estabelecimento se enquadra. A Platinum respeita todas a mulheres acima de tudo e nunca praticou qualquer ato de exploração sexual de mulheres”.
enfermeiros e médicos
Diante do caso, o Conselho Regional de Medicina na Bahia (Cremeb-BA) também se posicionou: “o Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) repudia com veemência propagandas que comprometam ou desmoralizem qualquer que seja a profissão, bem como os seus respectivos profissionais, a exemplo do anúncio veiculado em relação ao Dia do Médico pela Platinum Salvador, clube de homens.
Acreditamos que toda publicidade deve ser preparada de forma responsável, sempre pautada em valores éticos que não podem macular a imagem de uma profissão regulamentada como é o caso da medicina e da enfermagem. Visando coibir atos desta natureza, o CREMEB notificou o Ministério Público da Bahia para que as medidas cabíveis sejam tomadas. Além disso, notificou extrajudicialmente à empresa responsável pelo anúncio”.
Fonte: bocaonews
Compartilhe