Lauro de Freitas

Unidade de Lauro de Freitas, fica próxima ao centro da cidade e oferece atendimento em 15 especialidades médicas, pelo SUS.

A Central de Regulação de Serviços de Saúde em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, amanheceu com longas filas na manhã desta quinta-feira (7). Pacientes dizem que chegaram na madrugada para tentar agendar exames e consultas.

Leia mais:  Homem faz tatuagem no ÂNUS em protesto contra Bolsonaro

Leia mais: PM é baleado nos testículos após recusar sexo oral oferecido por colega militar

No local, são oferecidos atendimentos gratuitos, via Sistema Único de Saúde (SUS) em 15 especialidades médicas e os usuários reclamam que não há fichas suficientes para todos.

A prefeitura de Lauro de Freitas informou que a razão das filas é o represamento de pacientes por causa da pandemia. Segundo o órgão, as unidades básicas nos bairros haviam deixado de agendar consultas e foi feita a centralização de marcações na Central de Regulação.

As pessoas estavam aglomeradas na fila, que se estendia pela Rua Maria Isabel, no centro da cidade desde as primeiras horas desta quinta. “Cheguei às 2h da manhã e não consigo marcar nada. Essa regulação está uma esculhambação, é preciso colocar ordem. A pessoa dorme aqui, ao relento”, desabafou uma mulher, que acrescentou que desde o início da semana busca pelos serviços no local, sem sucesso.

“Estou desde 3 horas da manhã. Chego para marcar e não tem ultrassom do abdômen total, não tem endoscopia, não tem o raio-x, não tem nada. Para quê a gente vem para aqui, fazer o quê, pelo amor de Deus, se não tem mais vaga para nada?”, questionou outra paciente

Uma idosa que estava na fila contou que desde a última segunda-feira (4) busca a unidade e não consegue marcar exames necessários para tratar varizes.

“Desde segunda-feira que ando para lá e para cá e não consigo marcar o que preciso. Vim segunda, terça, ontem e hoje. As pernas estão doendo e não consegui”, comentou.

Coordenador fala sobre longa fila para marcação de exame em Lauro de Freitas

O coordenador da regulação da prefeitura de Lauro de Freitas, esteve no local e ouviu queixas de pessoas que aguardavam na fila. Ele afirmou que mais de 4 mil exames e consultas são agenciados quinzenalmente e garantiu que não há necessidade de aglomeração.

“Estamos fazendo o levantamento de toda a demanda represada. A gente vai saber quais são as especialidades mais procuradas. A gente está tentando buscar novas formas de melhorar o atendimento e as formas do acesso”, garantiu.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe