Preso faz cirurgia para retirar um CELULAR de dentro do estômago

Preso faz cirurgia para retirar um CELULAR de dentro do estômago

CELULAR

Um detento do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Capela do Alto (SP) passará por cirurgia para retirar um CELULAR alojado no estômago há 10 dias. Conforme a Secretaria da Administração Penitenciária, o aparelho foi detectado nesta quinta-feira (30).

Agentes localizaram o celular com o uso de um scanner corporal e, ainda segundo a SAP, o homem teria engolido o aparelho para escondê-lo dos funcionários durante uma vigilância, e não conseguiu expelir o telefone.

O detento foi encaminhado ao pronto-atendimento de Capela do Alto para a realização de exames. Uma radiografia apontou a localização do aparelho no corpo do homem, que foi encaminhado ao Hospital Regional de Sorocaba (SP) para procedimento cirúrgico.

A data da cirurgia não foi divulgada. Assim que deixar o hospital, o detento irá passar por um processo administrativo dentro da penitenciária.

Fonte: G1

OUTRO CASO

Um preso de 26 anos morreu na quinta-feira (12) em Presidente Prudente, São Paulo, depois de passar mais de uma semana com três telefones celulares no estômago. Detento da Penitenciário Sílvio Yoshihiko Hinohara, em Presidente Bernardes, ele estava internado no Hospital Regional, na cidade vizinha, desde ontem. A informação é do G1.

Ontem, o preso foi até o setor de enfermagem da penitenciária afirmando que engoliu três celulares durante uma revista geral no último dia 4 poara burlar a vigilância durante uma revista geral. Ele pretendia posteriormente expelir os telefones.

Uma semana depois, o preso ainda não havia conseguido expelir os aparelhos e passou a sentir fortes dores de barriga. Ele foi encaminhado à Santa Casa, em Presidente Bernardes, e um exame raio-X verificou que os aparelhos estavam em seu estômago. Ele foi medicado com laxantes e voltou à cadeia, onde ficou em observação. Mesmo com os medicamentos, ele não conseguiu expelir os telefones.

Com o insucesso, ele foi encaminhado ao Hospital Regional para fazer uma cirurgia de retirada dos telefones. Por volta das 9h, ele solicitou que o agente que o acompanhava o levasse ao banheiro. Ao retornar, ele passou mal e acabou morrendo.

Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP), “todas as providências referentes ao ocorrido estão sendo tomadas, como exame necroscópico, informações à família e aos órgãos competentes”.

Compartilhe