Popó ‘parou de lutar porque é medroso’, diz Maguila sobre o ex-lutador

Popó ‘parou de lutar porque é medroso’, diz Maguila sobre o ex-lutador

Popó Em entrevista que vai ao ar neste sábado (2) no programa Raul Gil, no SBT, José Adilson Rodrigues dos Santos, o Maguila, que lida com a encefalopatia traumática crônica, criticou o ex-boxeador Acelino “Popó” Freitas, chamando-o de “medroso” e questionou sua técnica na modalidade.

“O Popó não luta nada. Ele parou de lutar porque é medroso. Não aguenta pancada”, disse Maguila, que afirmou que nunca teve o problema nos ringues.

Na tarde deste sábado Popó resolveu responder a declaração de Maguila através de sua rede social do facebook.

“Eu respeito muito o Maguila, como homem e lutador, sobretudo após a grande luta pela vida que ele enfrentou nos últimos anos no hospital.
Eu mesmo fui visitá-lo quando ele estava muito mal, internado. Fiquei horas aguardando no Hospital, na Santa Casa São Paulo, para falar com a esposa dele e, quando conseguir falar com ela, após longas três horas, simplesmente e infelizmente, não fui autorizado a entrar.
Por isso, eu sei que por mais que ele tenha falado coisas sem nenhum nexo e justificativa, não são palavras dele, mas de outras pessoas.
Não compensa eu responder nada sobre a fala do lutador Maguila, apesar de poder utilizar as próprias palavras dele para defender-me.
No entanto, a minha história de vida e os meus resultados, conquistas e vitórias respondem por mim e me justificam.
Somente devo dizer que ele não precisa fazer isso. Ele tem uma história tão bonita, que tem assunto suficiente para falar dele e não de qualquer outra pessoa.
Quando ele fala que não luto nada e sou medroso, a história responde por mim, constatando a minha batalha em passar 10 anos invicto, ser tetracampeão mundial em duas categorias diferentes, ter alcançado o título – que poucos têm – de supercampeão do mundo, e ter a expressiva marca de 42 lutas, 40 vitórias e 34 nocautes.
Quando ele fala que não aguento pancada e parei de lutar por isso, a história demonstra a minha sorte e inteligência dentro do ringue, de modo que, mesmo tendo um cartel de centenas de lutas, considerando o período de boxe amador/olímpico e profissional, Deus me livrou de sofrer sérias seque-las como a que ele, infelizmente, sofre, e que não desejo para ninguém.
Para o Maguila, meu profundo respeito e votos de que ele possa se recuperar plenamente – dia após dia. Da mesma forma, que possa refletir sobre a inconveniente fala e que o nosso papel não é esse, mas sim o de nos esforçamos para sermos exemplo e inspiração para milhares de brasileiros, que estão carentes de verdadeiros ídolos e motivação para superar as dificuldades da vida, ainda mais em meio a tanta crise, não só financeira, como moral e ética.”

Popó

veja também

Vereador chama Anitta de prostituta e se da mau com resposta da cantora

Fonte: suburbionews

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*