Igreja Universal  acionou as autoridades ao notar o desfalque nos dízimos

12 ex-pastores da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) estão sendo investigados pela Polícia Civil, suspeitos de operar um esquema milionário de desvio de dízimos e ofertas em templos do Distrito Federal.

Leia mais:  Homem faz tatuagem no ÂNUS em protesto contra Bolsonaro

Leia mais: PM é baleado nos testículos após recusar sexo oral oferecido por colega militar

A denúncia partiu da própria Iurd, que acionou as autoridades ao perceber o desfalque milionário nos cofres da igreja. A instituição demitiu os 12 suspeitos.

Acredita-se que o grupo tenha desviado no mínimo R$ 3 milhões, liderado pelo ex-pastor regional Nei Carlos dos Santos.

Segundo informações obtidas pelo portal Metrópoles, os religiosos teriam aberto empresas de fachada para lavar o dinheiro desviado. Boa parte dos recursos teria sido obtido no Culto dos 318, reunião religiosa voltada para empresários e os demais fiéis que desejam melhorar suas vidas financeiras.

Além disso, os 12 líderes religiosos suspeitos teriam ligação com o ex-garçom Glaidson Acácio dos Santos, conhecido como Faraó dos Bitcoins. Santos foi preso pela Polícia Federal em agosto deste ano.

Para as autoridades, as movimentações bilionárias de Faraó tiveram início com o desvio de ofertas na Universal, supostamente comandadas por Nei.

Além de Nei Carlos, os outros pastores investigados são Alexandre Souza, Julio Turcato, Loran Pereira de Sousa, Ramon Portela, Welison Fernandes Pereira, Wesley Macedo, Carlos Alexandre de Oliveira, Cosme da Costa, Dayvid Jasino, Marcelo Eisenhower Neiva e Wanderson de Souza.

O caso está nas mãos do Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Decor), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe