Pai é preso por tentar matar o próprio filho de fome

Pai é preso por tentar matar o próprio filho de fome

Pai é preso por tentar matar o próprio filho de fome alegando que a criança não era dele

O porta-voz do Ministério Público, Vitaliy Dolug, disse: “A investigação estabeleceu que a criança não foi alimentada de propósito“. Pai é preso por tentar matar o próprio filho de fome…

Um homem foi preso por tentar matar o próprio filho de fome. Ele negava comida para a vítima alegando que o menino não era dele, de acordo com a polícia.

Aleksandr Molchenko é o nome do acusado pelas autoridades policiais de tentativa de parricídio. O pequeno Vladik Molchenko foi encontrado em um estado bem grave e viveu um pesadelo ao lado de seu pai, sem poder se defender.

Assistentes sociais foram à cidade de Novoukraunka, no centro da Ucrânia, e descobriram que o menino de quatro anos pesava cerca de 6,8 quilos. Segundo as autoridades, o menino vivia em uma jaula de madeira coberta com seu próprio excremento. Aleksandr Molchenko, enfrenta uma sentença de prisão perpétua depois que uma investigação revelou que o menino estava deliberadamente morrendo de fome.

O porta-voz do Ministério Público, Vitaliy Dolug, disse: “A investigação estabeleceu que a criança não foi alimentada de propósito“. O relatório da polícia descobriu que o acusado suspeitava que sua esposa Natalia havia ficado grávida de outro homem depois de dar à luz seu terceiro filho e por isso ele o tratava dessa maneira.

No entanto, um teste de DNA comprovou que o suspeito é pai do menino. “O suspeito pensou que a criança não era seu filho biológico e tentou matá-lo com fome“, disseram as autoridades.

As crianças viviam em um ambiente de violência onde o pai não hesitava em maltratá-las e a mãe não fazia nada para proteger os filhos. Natalia, que negligenciava a situação, foi acusada de cumplicidade em uma tentativa de assassinato.

Vladik e suas três irmãs foram levados para um orfanato. A polícia teve que destruir a porta da casa para resgatar o menino em agosto de 2018. Ele poderia ter morrido em questão de dias, disseram os médicos após a entrada do garoto no hospital.

Lyashenko Ludmyla, pediatra que participou do resgate, disse que o menino foi encontrado em estado de calamidade. “Nós descobrimos Vladik em uma pequena caixa de madeira artesanal, instalado em um canto da casa, não poderia ver o quarto de sua gaiola. Estava coberto de fezes com um enxame de moscas“, concluiu.

Compartilhe