Nunes Marques

Ministro Nunes Marques foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro

O ministro Kassio Nunes Marques será o relator do pedido apresentado pelo senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) para que o Supremo Tribunal Federal (STF) determine a abertura do processo de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes.

No mandado de segurança, Kajuru pedia que o relator fosse o ministro Luís Roberto Barroso, que na semana passada determinou que o Senado instaurasse a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, para investigar eventuais omissões do governo federal no enfrentamento da covid-19.

O senador disse que “pau que dá em Chico também dá em Francisco” e, por isso, o processo de impeachment contra Moraes também deveria ser instaurado.

Ao saber da escolha de Nunes Marques, por um fã no Palácio da Alvorada, Bolsonaro deu risada. A indicação de Nunes Marques ao STF foi feita por Bolsonaro. “Caiu para o Kássio Nunes?”, disse Bolsonaro aos risos, aparentando surpresa, enquanto fãs diziam frases como “Deus é justo”.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Kassio Nunes Marques afirmou durante sessão realizada nesta quinta-feira (08/04) que ele não “remou contra o bom senso” após conceder a liberação de missas e cultos presenciais no último domingo, mesmo após o aumento de casos de COVID-19 no Brasil.

“Tenho ouvido que vivemos a pior crise sanitária dos últimos 100 anos. É verdade. Mas também vivemos uma das maiores crises de direitos individuais e coletivos dos últimos 100 anos. Há atmosfera de intolerância, em que falar de direitos das pessoas é taxado de negacionismo”, explicou o ministro.
Segundo o ministro, “alguns veículos de imprensa” o chamaram de negacionista e genocida. Ele ainda citou que 85% dos estados e 75% das capitais já autorizaram cultos presenciais antes mesmo de sua decisão. “Para quem não crê em Deus, isso talvez não tenha lá muita importância, mas para grande maioria dos brasileiros tal direito é relevante.” Segundo ele, 80% dos brasileiros declararam ser cristãos em 2010.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe