Mulher que matou “Xuxa” é presa e alega desentendimento

Mulher que matou "Xuxa"

Mulher que matou “Xuxa” é presa e alega desentendimento

Laura Tavares de Oliveira, 29 anos, acusada de matar o investigador Roberto Carlos Neves de Souza, conhecido como “Xuxa”, 51 anos, se entregou à polícia, na tarde deste sábado (01/12). Ela alegou desentendimento entre o casal como motivação para o crime. Laura compareceu na 18a Delegacia Territorial (DT) de Camaçari e cumprirá mandado de prisão temporária. Mulher que matou “Xuxa”…

Leia mais: OBA: Governo anuncia data para começar pagar 13º do Bolsa Família

Na noite de sexta-feira (30/11), ela usou uma faca para acertar o policial civil, no bairro Bomba em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. ‘Xuxa’, como o investigador era apelidado carinhosamente pelos colegas, tentou buscar atendimento, mas acabou falecendo dentro do próprio carro.

Mulher que matou "Xuxa"

Leia mais: Mulher pega marido na cama com homem e cai na porrada por atrapalhar o namoro

As informações repassadas pela acusada do homicídio estão sendo apuradas pelos investigadores da 18a DT.

Compartilhe