Moema Gramacho

Moema Gramacho ganha força no PT para disputar governo da Bahia

O nome de Moema Gramacho (PT), prefeita de Lauro de Freitas, começou a ganhar força entre diversas correntes petistas para disputar com ACM Neto (UB) o governo baiano.

Veja também: Homem faz tatuagem no ÂNUS em protesto contra Bolsonaro

A ideia é que Moema seja a primeira mulher governadora da história da Bahia e para isso pretende explorar a força da mulher. A prefeita da maior cidade que o PT governa no estado está no quarto mandato no Executivo municipal e integra a Direção Nacional do PT.

A defesa do partido em ter candidato próprio é unânime e há algumas pessoas colocadas. Obviamente, pela história e atual conjuntura, Moema surge sim como uma das pessoas favoritas, inclusive, ela tem um olhar sensível para a conjuntura nacional. Agora é ter calma”, finaliza um importante aliado do senador Jaques Wagner.

Wagner disse que ‘faltou tesão’ para disputar a candidatura ao governo do estado

No encontro reservado nesta segunda-feira (28) com lideranças do PT, o senador Jaques Wagner (PT) citou a “falta de tesão” como um dos motivos para desistir da sua pré-candidatura ao governo da Bahia.

Wagner disse não ter mais “tesão nem para participar da campanha nem para governar” o estado. O senador petista já foi governador da Bahia por duas vezes, entre 2007-2014.

Wagner ainda declarou aos correligionários petistas que não tinha “mais disponibilidade de enfrentar” o poder econômico. O senador avaliou, segundo os presentes no encontro, que “o sistema eleitoral está em uma fase em que o poder econômico apita muito”, e ele não estava disposto a enfrentá-lo novamente. Também disse que já deu a sua “contribuição” para a Bahia, e queria “novos desafios” como ajudar na campanha do ex-presidente Lula (PT).

Aliados lembraram que Wagner pôs sua pré-candidatura ao governo a “contragosto”, e passou quase dois anos “provocando” o governador Rui Costa (PT) e o próprio Partido dos Trabalhadores a preparar um nome para a sucessão. O que não aconteceu. No encontro, o senador petista voltou a defender a renovação do partido, e apresentou dois nomes: o secretário de Relações Institucionais, Luiz Caetano, e a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho.

O senador ainda lamentou a base governista ter perdido apoio de deputados, como Robinho (PP) e Mirela Macedo (PSD). Depois desta reunião, Wagner foi para o Palácio de Ondina, onde se encontrou com o governador Rui Costa.

No encontro, discutiram a chapa para disputar as eleições deste ano. Pelo traçado por eles, o senador Otto Alencar (PSD) será o candidato a governador, e o PT indicará o vice-governador. O nome mais cotado hoje é da prefeita de Lauro, Moema Gramacho.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe