Garoto de 12 anos se suicida

Eli Fritchley ouviu dos colegas que iria para o inferno por ser gay

Um garoto de 12 anos que cursava o sétimo ano em uma escola no Tennessee, nos Estados Unidos, tirou sua própria vida no dia 28 de novembro. Eli Fritchley sofria bullying e recebia ataques homofóbicos diários. O garoto também ouviu dos colegas que iria para o inferno por ser gay. Garoto de 12 anos se suicida…

Debbey e Steve Fritchley, os pais de Eli, afirmaram a uma rede local de televisão da ABC, que o filho não encntrou “a dor e a tortura” causada por outras crianças. Eli frequentava a escola Cascades Middle School, em Bedford City.

Debbey conta que Eli era um grande fã do desenho animado “Bob Esponja” e usava o mesmo suéter do personagem todos os dias, peça de roupa que ele mesmo lavava para poder usar novamente na manhã seguinte. Eli também gostava de pintar as unhas. “Acho que por ele usar a mesma roupa todo dia, os outros alunos usavam isso como arma”, considera a mãe.

Os pais de Eli sabiam que o filho estava sendo atacado na escola, mas não sabiam que o garoto estava sofrendo tanto devido a isso. “Era muito abusivo. Acho que nunca foi físico, sempre eram palavras, mas palavras machucam. Isso nos cegou e é algo que nunca esperávamos”, afirmou Steve.

Garoto de 12 anos se suicida nos EUA

“Todos nós falamos com ele, simples assim”, completou Debbey. O conselho escolar também se solidarizou com a morte de Eli. “Sempre que alguém tira a própria vida, especialmente uma criança, é quase insuportável. Nossos corações estão com os pais e familiares que estão lidando com essa perda terrível”, afirmou o superintendente Tammy Garrett.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe