Marido flagra traição da esposa e vídeo viraliza na web

Marido flagra traição da esposa e vídeo viraliza na web

O que chamou a atenção dos internautas foi a indignação do marido. ‘Eu trabalho o dia inteiro para você fazer isso’
Marido

Um vídeo que mostra um homem flagrando a esposa com outro está viralizando no Facebook desde o começo deste mês. As imagens caíram na internet, mas o que está chamando a atenção é a fala indignada do marido traído.

“Depois vem dizer que eu sou errado, eu trabalho, eu trabalho o dia inteiro para você fazer isso comigo?”, é possível ouvi-lo esbravejar. No momento do flagra, o amante chega a pedir desculpas. Depois, a mulher sai do carro para tentar amenizar a situação.

Nas redes sociais, o flagrante gerou uma série de comentários e compartilhamentos.

 Fonte: portalipe10

Adultério na atualidade

Atualmente, os casos de adultério não se configuram mais como crimes, isso devido as mudanças que ocorreram nas chamadas violações de direito penal. Para entender como acontece, na prática, primeiro deve-se fazer a distinção entre o que é violação do direito civil, que no Direito é denominada ilícito civil, e a violação do direito penal, que é denominada ilícito penal.

A violação do direito penal constitui-se da prática de um crime que gera responsabilidade penal e pressupõe a ocorrência de um dano social, e é passível de punição com prisão. Já a violação do direito civil, acarreta uma responsabilidade civil, ou seja, a existência do chamado dano particular, que pode ser um tipo de dano moral ou material à pessoa. Então vamos entender, adultério é crime? Como é considerado?

O adultério já se configurou como dano social e por algum tempo adultério e crime eram sinônimos e constantemente afirmavam que adultério é crime. Entretanto, o artigo do código penal que tratava essa questão foi revogado, deixando o adultério de ser crime, já que não se configura como dano social.

Veja também:

Família inteira é MORTA em grave acidente entre dois veículos

Isso não significa que o adultério é aprovado, a fidelidade é um dever do casamento – mas um dever exclusivamente moral – e o adultério pode acarretar em dano pessoal de natureza moral, que gera constrangimento e sofrimento a quem foi traído.

Compartilhe