Lauro de Freitas: Vereadores podem responder por quebra de decoro após vídeo de gravidez falsa

Lauro de Freitas: Vereadores podem responder por quebra de decoro após vídeo de gravidez falsa.

Polêmica envolvendo vereadores gera discussão nas redes sociais

Polêmica sobre vídeo dos vereadores… A população de Lauro de Freitas nos últimos dias não se fala em outra coisa, a não ser na polêmica que envolve os 03 vereadores de oposição que nos últimos dias usou as redes sociais para divulgar um vídeo, onde aparecem com uma senhora embaixo de chuva afirmando que ela estaria grávida, e não estava conseguindo atendimento médico na rede pública. Nas imagens o vereador que também é médico da rede municipal emite um diagnóstico sem análise de exames, sobre as condições da referida senhora. Dias depois, surge um novo vídeo da mesma senhora sendo atendida na rede municipal, onde ela apresenta resultados de exames com diagnóstico de pedra na vesícula, hérnia e um mioma. Os internautas não perdoaram a conduta dos vereadores em relação a exposição do caso da senhora e relataram suas indignações através das redes sociais:

Um vídeo publicado na internet pode fazer com que três vereadores de Lauro de Freitas respondam por quebra de decoro na Câmara Municipal. No vídeo, os parlamentares Anderson Pinheiro Santos, o “Decinho” (PRB), Marcos Jose do Carmo Souza, o “Coca Branco ” (PPS) e Emanuel da Costa Carvalho (PSDB), que é médico, fazem uma denúncia junto a uma mulher supostamente grávida, que estava esperando por atendimento num posto de saúde do município.A informação que chegou até nossa redação é que já existe uma movimentação para que os vereadores envolvidos no vídeo, respondam por quebra de decoro na Câmara Municipal. Assim como qualquer outro representante eletivo da esfera pública, isto é, eleito por meio do voto popular, os vereadores também estão sujeitos à perda do mandato. Segundo os comentários nas redes sociais, existe a possibilidade de um pedido de cassação à Comissão de Ética da Câmara Municipal, para ser apresentado na próxima semana.

Se caso o Conselho de Ética da Câmara, receber o pedido de cassação dos vereadores, essa será a primeira vez na história política de Lauro de Freitas, que vereadores perdem seus mandatos por Quebra de Decoro Parlamentar.

Polêmica sobre vídeo dos vereadores

Outra situação levantada nas redes sociais pelos internautas foi: O médico-vereador poderá perder seu registro do CRM?.

A regra é a seguinte:

Perder o CRM faz parte das sanções disciplinares previstas no artigo 22 da Lei 3268 que rege os Conselhos de Medicina.   A mais grave é a cassação do registro e faz com que o profissional fique impedido de praticar a medicina.

Para que isso aconteça o profissional deve ser denunciado junto ao Conselho Regional, que ele faz parte, ou esteja exercendo durante o ocorrido. A denúncia não pode ser anônima, ela deverá ser assinada e ter suas provas anexadas.

O site deolhonews para preservar as imagens das pessoas envolvidas no episódio, não colocou os vídeos nesta matéria, porém assegura o direito de resposta conforme LEI Nº 13.188, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2015.

Lauro de Freitas

veja também

Clima de guerra no Residencial Dona Lindu em Itinga! Vídeo

Compartilhe