Jogadores do Bahia

Jogadores do Bahia ficam feridos após ataque a bomba. Ônibus levava delegação para partida contra o Sampaio Corrêa, pela Copa do Nordeste; Danilo Fernandes sofre cortes no rosto e Matheus Bahia, no braço

O ônibus do Bahia foi atacado na noite desta quinta-feira, quando chegava à Arena Fonte Nova, antes da partida contra o Sampaio Corrêa, pela primeira rodada da Copa do Nordeste. Uma bomba atingiu o veículo e quebrou vidros de algumas janelas; outros dois artefatos explosivos também foram lançados; os suspeitos são torcedores do Tricolor e Jogadores do Bahia ficam feridos.

De acordo com apuração, alguns atletas passaram mal diante do susto. O lateral-esquerdo Matheus Bahia sofreu cortes nos braços; Danilo Fernandes foi atingido no rosto, perto do olho e levado por uma ambulância a um hospital de Salvador. Os estilhaços não chegaram a atingir o globo ocular do jogador. O Bahia confirmou o ataque e se posicionou pelo Twitter. O clube vai prestar queixa na polícia.

O Esporte Clube Bahia informa que uma bomba explodiu dentro do ônibus da equipe na chegada à Fonte Nova e atletas ficaram feridos. O caso mais preocupante é do goleiro Danilo Fernandes, atingido por estilhaços no rosto e já encaminhado a um hospital. Grupo discute se terá jogo, Um carro que transitava ao lado do ônibus tricolor, na altura do último viaduto da Av. Bonocô, conduzido por uma mulher, também acabou atingido, diz a nota.

Estilhaçaram os vidros, os estilhaços pagaram dois jogadores nossos, Danilo e Matheus Bahia. Matheus foi muito superficial. Danilo não foi nada de mais grave, mas esteve a um dedo de perder a visão. Cortou muito próximo do olho. Do tamanho da bomba, do estrondo da bomba, se uma das bombas entra no espaço que a outra provocou, com certeza causaria uma morte ali dentro. Ele está sendo atendido e medicado, mas já solicitamos a presença do terceiro goleiro para que a gente possa fazer o jogo, disse.

O treinador lamentou o episódio e assegurou que haverá jogo.

Acho uma imbecilidade, as pessoas acham que esse tipo de coisa intimida o atleta e faz com que ele tenha rendimento. O que provoca tudo isso, porque eles pensam dessa maneira, por que agem dessa maneira? A gente precisa refletir, porque o buraco está muito mais embaixo. O buraco pode estar na nossa educação, naqueles que estão vendendo o tempo todo os maus profissionais que existem no Brasil. É sempre o treinador ruim, jogador ruim, problema de falta de desempenho. Nunca se consegue dimensionar o tamanho e o momento do trabalho. Os problemas não são resolvidos dessa maneira. O grupo, através da sua dignidade e profissionalismo, vai entrar em campo para honrar as cores do Bahia, afirmou.

  

A Arena Fonte Nova divulgou nota em que lamentou o episódio.

A Arena Fonte Nova repudia veementemente o ataque desferido ao ônibus do Esporte Clube Bahia, este fato lamentável e reprovável, ocorreu quando o ônibus passava nas imediações da Estação do Metrô de Brotas, próximo ao viaduto de Pitangueiras. Apesar do fato ter ocorrido fora do local do jogo, a Arena prestou toda a assistência necessária aos feridos com o acionamento dos brigadistas e de ambulância – diz o texto.

Polícia Civil promete força máxima

A Polícia Civil emitiu nota, na noite desta quinta-feira, e prometeu apurar com “força máxima” o ataque a bomba contra o ônibus do Bahia. De acordo com a nota, guarnições na Polícia Militar fizeram rondas no entorno do estádio logo após o episódio.

Vamos coletar imagens de câmeras, depoimentos dos jogadores e também de testemunhas que passavam pelo local, naquele momento. Atuaremos com força máxima para identificar e prender os autores – ressaltou o delegado Victor Spínola, titular da 12ª Delegacia Territorial (Itapuã), que está de plantão na Delegacia da Arena Fonte Nova.

Em conversa com a equipe de reportagem do Globo Esporte, o tenente-coronel Ebert Vinhático, do Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe), ainda não há detidos. Os suspeitos estavam em dois veículos, e diligências estão sendo feitas na área. O ônibus vai passar por perícia.

Crise no Bahia

O ataque ao ônibus do Bahia acontece em meio à pressão sobre a gestão tricolor após rebaixamento do time para a Série B em 2021. No início de janeiro, integrantes de uma torcida organizada protestaram em frente à residência do presidente Guilherme Bellintani.

Os primeiros jogos do Bahia em 2022 também não ajudaram a aliviar a pressão. O time venceu somente um dos últimos seis jogos que disputou e está fora da zona de classificação para a segunda fase do Campeonato Baiano. Na Copa do Nordeste, o Tricolor está na 4ª colocação do Grupo B.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe