Jesus se casou com Maria Madalena e eles tiveram uma filha, afirmam estudos de Harvard

Jesus se casou com Maria Madalena e eles tiveram uma filha

Jesus se casou com Maria Madalena e eles tiveram uma filha

De acordo com estudos de alguns cientistas de Harvard, eles encontraram evidências mostrando que estes são alguns papiros escritos nas palavras de Jesus: “Minha esposa …”, pertence a uma declaração feita por Cristo sobre ser casado e ter filhos. Jesus se casou com Maria Madalena e eles tiveram uma filha

Leia mais: Os signos que são os mais mentirosos do zodíaco!

Má interpretação da palavra deu origem a tais estudos parte errada desses “especialistas” que fizeram pública através da revista teológica Harvard, em seguida, tornou-se este reações publicação em breve estar presente denunciando um suposta falsificação das palavras do papiro em questão.
Jesus se casou com Maria Madalena e eles tiveram uma filha
Mas os pesquisadores, junto com uma equipe de especialistas das Universidades de Columbia e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, insistem em ter analisado cada parte do fragmento e verificado a autenticidade do manuscrito.

No entanto, a principal autora do estudo, Karen King, também professora de teologia em Harvard, diz que o papiro não pode provar se Jesus realmente teve uma esposa; O manuscrito é menor do que um cartão de crédito e vem do Egito, que foi escrito em copta durante o último estágio do idioma antes do início da era imperial romana.

Mas estes especialistas têm afirmado que Jesus se casou com Maria Madalena e que a união tiveram uma filha, que provavelmente teve muita ressonância na Idade Média, no sul da França, onde Marta, Lázaro de Betânia e Maria Madalena chegou do exílio, e que este último já estava grávido e poderia imaginar um mito sobre a paternidade de Jesus com relação ao estado de gravidez mencionado anteriormente.

Há tempos, obras que apontam Jesus e Maria Madalena como um casal espocam pelo mundo. No Evangelho de Filipe, do século III um texto apócrifo, que não é legitimado pela Igreja Católica, relata um beijo do Nazareno na apóstola. Em 1953, o livro a “A Última Tentação de Cristo” fala do casamento entre eles. Em 2012, uma respeitada historiadora de Harvard revelou o Evangelho da Esposa de Jesus, também apócrifo, um fragmento de papiro do século IV escrito em copta – um idioma egípcio, que falava da “esposa de Jesus”. Nenhum deles, porém, fez tanto sucesso quanto “O Código da Vinci”, de Dan Brown, de 2003. Adaptado para o cinema, o best seller que vendeu 80 milhões de cópias no mundo também aponta para o casamento de Cristo.

Compartilhe