Dia 20: Jeremias Gomes, Family Reggae, O Barro, Zimbabwe e Ervadoce no Tributo a Bob em Itinga

Tributo a Bob

Jeremias Gomes, filho de Edson Gomes se apresenta no Tributo a Bob Marley em Lauro de Freitas

No dia 20 de maio, acontece a 14ª edição do Tributo a Bob Marley na Itinga, Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador. Esse ano, com a apresentação do grande artista Jeremias Gomes, filho de Edson Gomes, um dos grandes percursores da musica Reggae na Bahia e no Brasil.

O evento será na Praça José Ramos a partir das 14:00 horas.

Das atrações confirmadas estão: Jeremias Gomes, Family Reggae, Zimbabwe, O Barro e Ervadoce

Organizado pela CBRI do Reggae Man Silvio Rasta, O Tributo a Bob Marley vem crescendo há cada ano, com um grande público que participa na paz de Jah, com muita descontração e diversão para todos os gostos e idades.

Os shows serão gratuitos!

Apoio: Prefeitura de Lauro de Freitas, Secretaria de Cultura, CBRI e apoio mídia, DEOLHO News

Chegue cedo!

Biografia de Bob Marley

Bob Marley (1945-1981) foi um cantor, compositor e guitarrista jamaicano, responsável por tornar o reggae um ritmo conhecido mundialmente. Foi também um dos maiores representantes do movimento religioso Rastafári.

Leia mais: Músicas da ERVADOCE tocadas em todo o Brasil e até na Europa! Confira

Robert Nesta Marley (1945-1981) nasceu em Saint Ann, Jamaica, no dia 06 de fevereiro de 1945. Filho de um militar branco, capitão do exército inglês, com uma negra jamaicana. Após a morte do pai, em 1955, Marlei e sua mãe foram morar na favela de Kingston, onde sofreu discriminação por ser mulato fato que não era bem visto pelos negros daquela época e lugar.

Em 1962 formou um grupo de reggae chamado The Wailers, junto com Bunny Livingston e Peter Tosh. Em 1971 assinou com a Island Records onde gravou um dos seus maiores sucessos “No Woman no Cry” (1975), que ficou conhecida mundialmente. Suas discografia é imensa, entre suas músicas estão: “I Shot the Shaiff”, que fez grande sucesso na voz de Eric Clapton, “Could you be Love” e “Get up, Stand up”.

No dia 3 de dezembro de 1976, dois dias antes do show gratuito “Smile Jamaica”, organizado pelo primeiro-ministro Michael Manley, Bob Marley sofreu um atentado quando homens armados entraram em sua casa em Hope Road. Os tiros feriram gravemente sua esposa Rita Marley e seu empresário Dom Taylor, enquanto Marley sofreu feridas leves no peito e no braço. Possivelmente o atentado teve motivações políticas, uma vez que Marley apoiava um político de esquerda. Apesar do ocorrido, mesmo ferido, Marlei foi para o palco e se apresentou para uma multidão de 80 mil pessoas.

Influenciado por sua mulher, Bob Marley aderiu ao movimento religioso “Rastafari”, que pregava a irmandade e a paz para os povos. Foi o responsável por propagar o movimento pelo mundo.

A música de Bob Marley foi importante para a aceitação do Reggae no mundo, o que tornou o ritmo um dos mais populares. Marley é considerado um mito, pois disseminou suas ideias através da música.

Em 1977 foi diagnosticado com um câncer de pele do tipo agressivo, recusou-se tratá-lo por questões religiosas, mas no fim de sua vida aderiu à Igreja Ortodoxa, porém já era tarde demais.

Bob Marley morreu em Miami, no dia 11 de maio de 1981, vítima do câncer. Seu funeral teve honras de chefe de estado e a data de seu nascimento é feriado nacional.

Compartilhe