Jean Wyllys desiste de mandato e deixa o Brasil com medo de morrer

Jean Wyllys desiste de mandato e deixa o Brasil

Jean Wyllys desiste de mandato e deixa o Brasil com medo de morrer

Me apavora saber que o filho do presidente contratou no seu gabinete a esposa e a mãe do sicário, afirmou o deputado. Jean Wyllys desiste de mandato e deixa o Brasil

O deputado federal reeleito Jean Wyllys (PSOL-RJ) declarou nesta quinta-feira (24) que está abrindo mão de seu mandato e irá deixar o Brasil.

Em entrevista à Folha de São Paulo, o parlamentar alegou que tem recebido muitas ameaças e, com medo, prefere não assumir seu terceiro mandato e voltar a atuar como professor universitário em outro país.

Wyllys anda escoltado desde março do ano passado, após a morte da vereadora Marielle Franco, quando as ameaças contra ele se intensificaram.

Outra razão para esta mudança foi as informações de que a mãe de um ex-policial, hoje investigado como miliciano, ter feito parte do quadro de funcionários do deputado estadual Flávio Bolsonaro, hoje eleito a senador pelo Rio de Janeiro.

Ele diz estar “apavorado” com esta informação, sobretudo por ter o presidente Jair Bolsonaro como seu maior inimigo. Enquanto deputado federal, Bolsonaro e Wyllys sempre foram opositores. “Esse ambiente não é seguro para mim”, declarou.

Compartilhe