Midas Trend: Investidores acreditam em pagamento

Prazo para liberar pagamentos acabou, nesta segunda, clientes aguardam desfecho da história!

Os clientes da Midas Trend aguardaram pelo seu pagamento de rendimentos por noventa dias. Desde 2019, antes até do ano novo, os saques de quem investiu na Midas foram bloqueados.

O presidente da empresa, Devanir dos Santos, contudo, viajou para o Canadá, onde teria aberto a Midas Internacional. Dessa forma, o que os clientes aguardavam era que com o fim do prazo de noventa (90) dias, seus saques fossem processados.

Nos grupos que acreditam ainda no pagamento, o movimento dos clientes começou cedo nesta segunda (13). Alguns já pedem que o primeiro que receber alerte os grupos assim que seu saque for processado.

Investidores da Midas Trend aguardam pelo pagamento, ansiosos, será que é hoje?

O problema é que, ao oferecer rendimentos garantidos em Bitcoin, uma moeda da internet que é volátil, muitas empresas falham em algum momento.

O que chama atenção, de fato, é que o saque do dinheiro dos investidores da Midas Trend foi barrado no final de 2019. Quem investia na Midas, que oferecia promessas de rendimentos garantidos com Bitcoin, ficou sem entender o que motivou os problemas da plataforma.

O presidente Devanir dos Santos, que viajou com sua família para o Canadá, pediu noventa dias para regularizar a situação. De acordo com ele, uma live seria feita dias antes do prazo final, o que não aconteceu.

Clientes se mobilizam com a esperança de que seus saques sejam processados

Mesmo assim, alguns clientes ainda nutrem uma ponta de esperança que o negócio não se prove uma fraude. A esperança final é esta segunda (13), que tem movimentado clientes no grupo dos que acreditam.

Os clientes, por fim, aguardam nas próximas horas o desfecho da história Midas Trend, para o bem ou para o mal. Para o presidente da Midas Trend Internacional, Devanir, os pagamentos deverão ser feitos em Bitcoin. 

Uma possível carteira de Deivanir apontava que o presidente teria pelo menos 214 BTC, o que daria mais que R$ 7 milhões no preço do Bitcoin hoje.

Compartilhe