Identificada mulher que teve a cabeça decapitada em Rio Largo

Identificada mulher que teve a cabeça decapitada em Rio Largo

Identificada mulher que teve a cabeça decapitada em Rio Largo

Mulher decapitada pode ter sido vítima de guerra entre facções

Foi identificada a mulher assassinada e que teve o corpo abandonado no Conjunto Demorisvaldo, na zona rural do município de Rio Largo, região metropolitana de Maceió, nessa terça-feira (29). Identificada mulher que teve a cabeça decapitada em Rio Largo

Identificada mulher que teve a cabeça decapitada em Rio Largo

O caso foi considerado de extrema violência, já que Mylca Siméia da Conceição, de 18 anos, teve a cabeça separada do corpo e teve os pedaços abandonados em um córrego no conjunto.

Identificada mulher que teve a cabeça decapitada em Rio Largo

No site de consultas do TJ-AL constam duas passagens de Mylca pela polícia relacionadas ao tráfico de drogas.

As investigações prosseguem e denúncias que ajudem na identificação de suspeitos poderão ser feitas através 181.

Uma cabeça humana foi encontrada na cidade de Rio Largo, região metropolitana de Maceió, na manhã desta terça-feira, 29.

Segundo as primeiras informações passadas pela polícia, a pessoa deve ter sido assassinada recentemente, com graves machucados. Oficialmente ainda não é possível afirmar o sexo da vítima, mas uma presília achada presa a mechas de cabelo apontam para uma pessoa do sexo feminino.

Identificada mulher que teve a cabeça decapitada em Rio Largo

A cabeça foi localizada em um terreno no conjunto Demorisvaldo, por um funcionário de uma usina de açúcar e álcool próxima do local, que fez a denúncia à polícia pelo telefone 190.

Segundo o delegado plantonista da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Francisco Medson, a polícia ainda não tinha pistas do restante do corpo da vítima.

Compartilhe