Hospital Unimed de Lauro de Freitas voltará a funcionar operado pelo Hapvida

Hospital Unimed de Lauro de Freitas voltará a funcionar

Hospital Unimed de Lauro de Freitas voltará a funcionar operado sob a gestão do Grupo Hapvida

Fechado desde outubro de 2010, o Hospital Unimed, localizado em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, vai voltar a operar sob a gestão do Grupo Hapvida. A informação obtida pelo BNews foi confirmada pela diretora de comunicação e marketing do grupo, Simone Varella. Hospital Unimed de Lauro de Freitas voltará a funcionar…

Leia mais: Em vídeo, Vereador Cesar diz que Luciana “viajou na maionese” ao defender sexualidade na escola em Lauro de Freitas

Em entrevista ao site, Simone explicou que o grupo assumiu a gestão do hospital, mas não adquiriu a unidade de saúde. “Nós vamos operar no futuro. Estava sucateado e vamos ter que fazer uma reforma grande. Vamos devolver esses leitos para o Estado da Bahia. A gente sabe que falta leito no Brasil inteiro. Para gente, é motivo de felicidade essa operação”, disse.

Questionada pela reportagem, Simone afirmou que a definição ocorreu “há pouco tempo”. Ainda de acordo com a diretora do grupo, o Hapvida não vai assumir as questões trabalhistas de ex-funcionários, já que não compraram a unidade. Ela não quis comentar sobre valores.

Conforme apurado pelo site, uma ação coletiva contra a empresa tramita na Justiça. Foram quase duzentos processos, divididos em diversas Varas do Trabalho. Os casos são acompanhados pelo Sindicato dos Trabalhadores de Saúde da Rede Privada da Bahia (Sindisaúde-BA).

Em 2013, em entrevista ao site, o diretor do Sindisaúde-BA, Marcos Bahia, afirmou que a unidade fechou as portas por não ser bem administrada. “Eram mais de 160 donos. Eles tinham uma fatura mensal de quase R$ 7 milhões e folha de R$ 350 mil. Péssima gestão”.

O Hospital Unimed era gerenciado por um grupo de médicos que compõem a Cooperativa de Serviços e Recursos Próprios dos Médicos e do Sistema Unimed (Unihosp), a UNICRED – Cooperativa de Crédito Unicred, e a Confederação Nacional das Cooperativas Médicas (Unimed).

A unidade de saúde, que atendia diariamente cerca de 300 pacientes, possuía mais de 100 leitos, laboratórios, centro de imagem, ambulatórios, enfermaria, centros cirúrgicos, entre outras opções de atendimento.

Compartilhe