Homem estupra mulheres em Salvador com falsa proposta de emprego

Homem estupra mulheres em Salvador com falsa proposta de emprego

Homem estupra mulheres em Salvador com falsa proposta de emprego e acaba preso. Veja como o golpe funcionava

Um homem que abusava sexualmente de mulheres e as mantinha em cárcere privado foi identificado e preso temporariamente nesta terça-feira (26/3), em Salvador. O suspeito, identificado como José Raimundo atraía as vítimas com falsas ofertas de emprego em um site de anúncios. Homem estupra mulheres em Salvador com falsa proposta de emprego

Leia mais: Mãe encontra camisinha no ânus da filha e descobre que avô a estuprava

Segundo as investigações do Ministério Público do Estado da Bahia, José Raimundo publicava as vagas de empregos atraentes no site de anúncios “OLX”. As vitimas eram atraídas para a casa dele, no bairro de Vila Canária. Lá ele as mantinha em cárcere privado e praticava atos de violência sexual.

Uma das vítimas de José foi identificada em inspeção realizada durante o Carnaval de Salvador pelo MP no Hospital da Mulher, onde ela foi acolhida para exames e procedimento de profilaxia de DST’s e AIDS.

A Prisão

José foi descoberto pelo Ministério Público (MP) durante a “Operação Armadilha”, feita no início da manhã desta terça, pelo Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher e da População LGBT (Gedem) e o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) e policiais militares da 5ª, 27ª, e 47ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM).

Havia mandado de prisão temporária e quatro mandados de busca e apreensão contra ele nos municípios de Salvador, Maragogipe e Vera Cruz, incluindo o imóvel em que aconteciam os crimes, em Vila Canária. Foram apreendidos aparelhos celulares, armas brancas, documentos e outros vestígios dos crimes.

O MP informou que novas denúncias podem ser formuladas ao Gedem, situado na Rua Arquimedes Gonçalves, no 142, Jardim Baiano, Nazaré, Salvador/BA, telefone (71) 3321-1949, e-mail: gedem@mpba.mp.br.

Compartilhe