Um homem de 46 anos foi detido ao levar uma menina de 12 anos para parir no Hospital Municipal de Prado, a 789 km de Salvador, no domingo (7). A Polícia Militar foi acionada após funcionários do hospital saberem a idade da menina e descobrirem que o acusado mantinha relações sexuais com a garota.

Após o parto prematuro, o bebê não sobreviveu. A garota de 12 anos permanece internada e o estado de saúde é estável, de acordo com apurações do site Bahia Extremo Sul.

Diante da situação e denúncia do Conselho Tutelar, os policiais militares conduziram e apresentaram o acusado à Delegacia Territorial da Polícia Civil de Teixeira de Freitas, sob a acusação de estupro de vulnerável.

Durante depoimento, o acusado revelou que estava vivendo como casado com a criança há cerca de seis meses e que o relacionamento foi consentido pelo pai da menina. Mas, os policiais vão investigar denúncias de moradores que ambos se relacionavam há mais de 12 meses, ou seja, quando a vítima tinha apenas 11 anos.

Após prestar depoimento, a delegada plantonista, Rina Andrade, liberouo suspeito por não ser preso em flagrante.

Compartilhe