Homem mata a mulher, os 3 filhos e cachorro

Homem

Homem admite ter matado a mulher, os 3 filhos e cachorro próximo à Disney

‘Não entendo o que levaria uma pessoa a cometer atos tão horrendos’, diz xerife

Um Homem admitiu ter matado mulher, três filhos pequenos e um cachorro na casa em que moravam em Celebration, um subúrbio rico da Flórida idealizado pela Disney e localizado nas proximidades do parque temático, informaram as autoridades nesta quarta-feira, 15.

Veja também: Pai de santo estupra 4 mulheres e alega que estava incorporado

O xerife do condado de Osceola, Russ Gibson, disse em entrevista coletiva que Anthony Todt enfrenta acusações de homicídio pela morte de sua mulher, Megan, e de seus três filhos: Alek, de 13 anos, Tyler, de 11, e Zoe, de 4 anos.

Veja também: Senhora da Morte! Chefe do tráfico que ostentava armas de ouro é morta

Veja também: Nova repórter do BBB20 aparece sem sutiã e deixam internautas loucos

“Lamentamos junto com a família e os amigos das vítimas”, disse Gibson. “Não entendo o que levaria uma pessoa a cometer atos tão maus e horrendos”. Os corpos foram descobertos na segunda-feira, 13, em uma casa alugada. O crime chocou e intrigou moradores do subúrbio.

Gibson não informou como a mulher e os filhos morreram, afirmando que esperaria até o médico legista divulgar os resultados. Ele disse que as vítimas provavelmente foram assassinadas no final de dezembro.

Todt atendia pacientes em Connecticut, para onde viajava durante a semana de trabalho, retornando à Flórida para ficar com sua família nos fins de semana, disse o xerife.

Parentes das vítimas haviam pedido que a polícia checasse se tudo estava bem na casa no final de dezembro. No início do mês, agentes federais pediram aos policiais que entrassem em contato com Todt. Nas duas vezes, os oficiais foram à casa, mas não viram nada fora do lugar, disse Gibson.

“Não notamos nada suspeito”, disse o xerife. O xerife não indicou um motivo para os assassinatos e também não deu detalhes sobre Todt estar sendo investigado por agentes federais.

Compartilhe