Funcionários da Prefeitura de Lauro de Freitas alegam desconto de 20% em seus salários

Funcionários da Prefeitura de Lauro de Freitas estão indignados 

Os funcionários municipais da saúde de Lauro de Freitas estão indignados com o pagamento do salário que foi feito na manhã desta nesta sexta-feira (08). O motivo é que a prefeitura teria feito descontos no contra cheque dos funcionários, mesmo após reivindicações do Conselho Municipal de Saúde e sindicatos.

“Quando ela divulgou que iria tirar 20% dos nossos salários nós nos movimentamos junto aos nossos sindicatos e conselho para pedir que não fosse feito isso e eles disseram que a prefeita voltou atrás e não faria. Porém hoje quando recebemos, veio descontando para alguns R$200, para outros R$400 e até R$600 de alguns colegas”, informou um profissional que pediu para não se identificar.

Em carta enviada a prefeitura pelo Conselho, eles solicitavam que não fosse feito o desconto de 20% anunciado pela gestão. Esse desconto seria feito porque segundo a prefeitura, houve perda na arrecadação municipal por causa da pandemia do coronavirus, porém o conselho lembrou em seu texto que os profissionais de saúde estão na linha de frente e não devem ser penalizados juntamente nesse cenário.

Quando os funcionários solicitam os contra cheques para conferir do que se tratava o desconto, o departamento de recursos humanos da prefeitura, informou que estavam sem sistema e por isso, não poderiam enviar o documento.

Porém, antes do fechamento dessa matéria, a PMLF enviou uma carta para os funcionários informando que o desconto foi em cima do ticket alimentação e transporte que serão enviados em outro contra cheque na segunda feira. Mas a conversa entre os profissionais é que o desconto não tem nada a ver com isso, pois os valores são divergentes aos pagos nos meses anteriores.

Só nos resta esperar para saber de fato a prefeitura está sendo coerente com a solicitação dos órgãos que ficam a frente desses profissionais. É importante ressaltar que a categoria está ameaçando parar as atividades caso o pagamento não seja feito no valor correto.

Fonte: Burburinho News

Compartilhe