polícia prende falso entregador

Polícia prende falso entregador. Axcel Gabriel de Holanda disse que não tinha intenção de cometer o assassinato

O criminoso Axcel Gabriel de Holanda, de 23 anos, responsável por assassinar na 2ª feira (25.abr) o jovem Renan Silva Loureiro, no Jabaquara, zona sul de São Paulo, foi preso pela polícia na tarde 6ª feira (29.abr). Imagens exclusivas do SBT News mostram o momento da chegada dele ao Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). A polícia prende falso entregador

Renan estava acompanhando a namorada até a casa da avó quando ambos foram abordados pelo motociclista armado e disfarçado com uma mochila de entrega de comida. Após a abordagem, ambos entregaram os pertences ao bandido, mas Renan reagiu à ação do suspeito, que ficou revistando a jovem, entrando em luta corporal para defender a moça. De acordo com testemunhas, foram três disparos, dois acertando a cabeça do rapaz. Mesmo com o jovem morto no chão, o ladrão tentou novamente furtar a garota. O celular da vítima fatal foi levado.

Moradores próximos ficaram assustados com o barulho dos tiros e relataram que crimes como este estão se tornando comuns na região. Nesta 6ª feira, no Deic, questionado do porquê de não ter se entregado à polícia na 5ª feira (28.abr), o criminoso afirmou: “Porque eu passei mal. Eu ía ontem, aí eu avisei a advogada. A pressão abaixou. Aí eu tive que tomar um calmante para relaxar e dormir, mas eu falei que iria vir de manhã e vim hoje. Eu avisei ela que eu ia vir esse horário”. Ainda de acordo com ele, pediu desculpas após o assassinato porque não era sua “intenção fazer aquilo”. “Não era a minha intenção. Não era a minha intenção. Eu quis ajudar ela, eu pedi ‘pelo amor de Deus'”. Segundo o governo, a prisão ocorreu “após uma longa negociação”. Depois dela, ele se entregou.

Falando sobre a motivação do crime, Axcel pontuou: “Eu estava devendo uma pessoa. O meu carro estava com o documento atrasado, estava com R$ 9 mil. Eu tinha R$ 2,5 mil em casa e eu peguei um dinheiro com agiota. Só que eu peguei o dinheiro, gastei um pouco, e ele ficou me cobrando. Eu fiz umas parcelas para ele com certo tanto, eu não consegui pagar, isso estava na minha cabeça, eu saí desesperado. Tipo assim ele, tudo bem… eu saí, eu fui tentar arrumar algum dinheiro de alguma forma”.

A Justiça havia emitido um pedido de prisão preventiva do suspeito de ser o falso entregador. Axcel tem dez registros de passagens pela polícia, o primeiro, com 12 anos de idade. A namorada da vítima reconheceu o material apreendido na casa do criminoso. Segundo o delegado, “ela reconheceu a bag, justamente a inscrição que tem na bag”. “Ela reconheceu também a jaqueta como sendo semelhante à que o autor usava no dia, reconheceu a arma, o tênis, ela fez uma descrição que era escuro, semelhante a um dos tênis que a gente apreendeu”.

Todos os itens foram apreendidos pela polícia na tarde última 4ª feira (28.abr), na casa do pai do suspeito. De acordo com outro agente, “o projetil retirado é compatível com o calibre dessa arma [que foi apreendida] que vai ser submetida a confronto balístico”. Ele também afirmou que foi encontrada mancha de sangue na manga da jaqueta, na alça da bag que ele utilizava e, possivelmente, no solado de um dos tênis que foram apreendidos.

Um minuto, por favor…

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras custa tempo e dinheiro. Nós, do DEOLHO News, temos o compromisso diário de levar até os leitores conteúdos críticos, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Se você acredita no nosso trabalho, apoie da maneira que puder ou, se preferir… Faça uma Doação CLICANDO AQUI

Compartilhe