Ex-presidiário estupra a própria mãe de 62 anos; vítima gritou por socorro

Ex-presidiário estupra a própria mãe

Ex-presidiário estupra a própria mãe de 62 anos

Um homem de 42 anos é acusado de estuprar a própria mãe, na Ucrânia. Os abusos teriam acontecido algumas horas após ela dar uma festa em casa para recebê-lo da prisão. O suspeito, identificado como Vitaliy, fugiu da residência depois o crime, mas foi encontrado em um campo próximo e preso pelos policiais. Ex-presidiário estupra a própria mãe.

Leia mais: Foto chocante mostra homem decapitado e com o coração enfiado na boca

O caso de estupro teria acontecido em uma aldeia que abriga cerca de 240 pessoas, na cidade de Poltava. De acordo com o site Daily Mail , Vitaliy havia acabado de ser libertado depois de cumprir cinco anos de prisão por espancar um homem até a morte. Feliz com a notícia, sua mãe, Nadiya, de 62 anos, organizou uma festa para celebrar.

Porém, ao fim da festa, o suspeito teria entrado no quarto da mãe, que estava dormindo, e abusado da mulher enquanto ela gritava por socorro. “Alguns de seus amigos vieram à festa. Bebemos um pouco. Tudo parecia estar bem, mas à noite, depois que os convidados foram embora, ele me atacou”, explicou Nadiya à imprensa local.

A vítima ainda contou à imprensa que tentou resistir, mas o filho bateu nela e ninguém a ouviu gritar. Após o crime, a mulher decidiu denunciar o suspeito à polícia. “Eu estava com medo pela minha vida e decidi não ficar em silêncio. Eu não quero ser estuprada regularmente em minha própria casa.”

De acordo com o porta-voz da polícia, Yury Sulaev, o homem foi acusado de estupro e levado sob custódia. A investigação está em andamento.

Compartilhe