Ex-deputado Bassuma é acusado de estuprar a filha de 4 anos

Bassuma é acusado de estuprar a filha

Bassuma é acusado de estuprar a filha de 4 anos

O ex-deputado federal Luiz Carlos Bassuma está sendo acusado pela mãe da criança de estuprar sua própria filha de apenas quatro anos. Bassuma é acusado de estuprar a filha.

Ele foi denunciado ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) sob a acusação de estuprar a própria filha.

Leia mais: O Diabo me levou para o motel, afirma Missionária 

Uma matéria veiculada no QVP da TV Aratu dessa terça-feira, o apresentador Casemiro Neto  noticiou detalhes dos diversos abusos sexuais contra a criança. Em um dos casos a criança contou para a mãe que queria ganhar uma patinete e o pai aceitou comprar com uma condição: chantageando a menina para que chupasse o P””””” dele e ter direito ao brinquedo.

A mãe Rose fez um video com a própria criança simulando o acontecido com o ex-deputado federal sobre os atos dentro do veículo de Bassuma.

Os abusos teriam ocorrido em Camaçarí e em Salvador onde o ex-deputado tem uma maior participação política do estado.

Bassuma já ocupou diversos cargos públicos, como vereador de Salvador, deputado estadual e deputado federal. Ele também já foi filiado a partidos como PT, PV e MDB. Além disso, disputou o governo da Bahia e a prefeitura de Salvador.

Famoso por pregar a doutrina espírita e levantar a bandeira contra o aborto ao longo de seus mandatos como deputado federal, após diversas derrotas eleitorais surgiram outros baques na sua vida pessoal. Em 2013, Rose pediu o divórcio do então aposentado Luiz Bassuma. Pessoas ligadas ao político relataram que ele sofreu bastante com a decisão de sua primeira namorada e companheira de 30 anos de união.

Após algum tempo sofrendo por Rose, Bassuma conheceu Ayla, com quem casou e juntos adotaram uma recém-nascida batizada Maria. Em um blog, escrito pelo próprio Bassuma, ele conta toda a história deles onde admite o casamento com Ayla, em 29 de março de 2014.

Em 2016 Bassuma e Ayla completaram dois anos de união, mas segundo amigos ligados a Bassuma, a sua ex, Rose, esteve presente no casamento do seu ex com Ayla, relativamente abençoando a nova união do seu ex-marido. Ainda segundo amigos de Bassuma, na verdade Rose nunca deixou de seguir seu ex-marido nos eventos políticos, tanto que fez questão de manter o sobrenome do ex e fazer propagandas políticas omitindo aos eleitores que eles não formam mais um casal.

Outro mistério envolvendo o político, que já passou pelo PT, PV, PMDB, PEN e hoje PROS, é a sua recente conversão ao protestantismo. Pessoas ligadas a Bassuma admitem que ele foi até batizado em uma religião evangélica, a pedido do próprio Isidório. Só que Bassuma não admite em entrevistas concedidas nos veículos de comunicação, respondendo apenas ser “um cristão”.

Sobre Ayla, sua atual esposa, pessoas próximas ao casal afirmam que ela não se manifesta sobre política e sua vida é inteiramente dedicada à criação da pequena Maria.

Compartilhe