Bolsonaro

Deputado do PCdoB: Doria disse que para derrotar Bolsonaro pode se unir a Lula

O deputado do PC do B, Orlando Silva, afirmou durante uma entrevista concedida a Revista Fórum, que em uma conversa com João Doria – atual governador do estado de São Paulo – o tucano revelou que a derrota do presidente Bolsonaro nas eleições do próximo ano, poderia ocorrer se ele (João Doria), negociasse e se unisse com o petista e também, suposto, candidato à presidência, Lula.

Veja também: Mulher visita marido internado com Covid-19 e descobre que ele tem uma amante

De acordo com Orlando Silva, o bate-papo ocorreu em meio a um encontro com João Doria para tratar de uma possível retomada no funcionamento das escolas do estado paulista.

O deputado revelou que desde que ocorreu essa conversa com o governador, sobre apoiar o petista na cabeça para derrotar Bolsonaro, que ele [Orlando Silva] estava em busca de uma oportunidade para comentar com algum jornalista sobre o assunto e divulgar a informação a imprensa.

Todavia, segundo o parlamentar, João Doria lhe concedeu permissão para que a mensagem fosse divulgada. Orlando Silva falou sobre alguns detalhes da conversa. Segundo ele, João Doria afirmou que ‘em 2022, pra derrotar o Bolsonaro, ele sentaria até com o Lula’. Em resposta ao governador, o deputado disse que Doria faria muito bem e que o caminho era por aí.

Segundo o site Gazeta Brasil, há um ano atrás, entre março e abril de 2020, Lula e João Doria uniram forças pela rede social Twitter em busca da tomada de medidas para contenção da pandemia do Covid-19.

Na ocasião, Lula escreveu elogios sobre a forma como governadores e prefeitos estavam enfrentando a crise sanitária. Em resposta, Doria reconheceu que ambos tinham muitas diferenças entre si, entretanto, não era o momento de se deter a isso.

Compartilhe