TJ decide manter caso dos respiradores contra governador da Bahia

De acordo com informações do portal Varela Notícias, a desembargadora Inez Miranda, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), negou o pedido da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para manter na Justiça baiana a investigação sobre a compra dos respiradores feita pelo Consórcio Nordeste, presidido pelo governador Rui Costa.

A desembargadora decidiu, na última quinta-feira (24), que as investigações deverão continuar no Superior Tribunal de Justiça (STJ), contrariando o pedido da PGE. A compra é alvo de inquérito no Ministério Público Federal (MPF) desde junho.

A Procuradoria-Geral baiana tenta, também desde junho, reverter a decisão da 2ª Vara Criminal Especializada de Salvador, de enviar o caso, que deu origem à Operação Ragnarok, para o STJ.

Na ocasião, o governador Rui Costa (PT) também criticou decisão de Virgínia Silveira. “A juíza que estava cuidando do caso declinou da ação e criou uma polêmica sobre quem vai tocar essa ação. Isso só está favorecendo a quem lesou o estado”, declarou Rui.

Fonte: Política ao Vivo

Compartilhe