Darlan Cunha é preso por lesão corporal e violência doméstica

Darlan Cunha é preso

Ator Darlan Cunha é preso no Leme por lesão corporal e violência doméstica

Darlan Cunha é preso… O ator Darlan Cunha, de 29 anos, foi preso por volta das 14h desta sexta-feira, no Morro da Babilônia, no Leme, por agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local. Eles abordaram o artista quando faziam patrulhamento na comunidade. Ao verificar possíveis pendências judiciais em seu nome no Portal da Segurança, os policiais encontraram um mandado de prisão contra Darlan por lesão corporal e violência doméstica. A prisão foi registrada na 12ª DP (Copacabana).

Veja também:

Evangélica que faz filmes ADULTOS diz que trabalho não interfere na religião.

Darlan ficou famoso ainda criança, por interpretar o personagem Laranjinha na série “Cidade dos homens”, que foi ao ar de 2002 a 2005 na TV Globo e deu origem a um filme com o mesmo nome, lançado em 2007. No cinema, ele atuou ainda nas produções “Cidade de Deus” (2002), de Fernando Meirelles, e “Meu tio matou um cara” (2004), de Jorge Furtado. O ator participou também de novelas da Globo, como “Sete pecados” e “Caminho das Índias”.

Darlan Cunha é preso

Esta não é a primeira vez em que Darlan tem problemas com a polícia. Em 2013, sua então namorada procurou a 15ª DP (Gávea) para denunciar o ator, relatando que ele a agrediu e a trancou em seu apartamento, no Vidigal. Uma foto da adolescente com um hematoma no olho esquedo circulou pela internet. Em seguida, porém, ela própria teria retirado a queixa.

Fonte: extra.globo

Depois de sete anos vendo Douglas Silva e Darlan Cunha crescerem em frente às telas da TV como Acerola e Laranjinha, chegou a hora da despedida. O longa-metragem “Cidade dos Homens”, que estréia nesta sexta-feira nos cinemas, marca a conclusão da história dos dois adolescentes que cresceram juntos em uma favela carioca. A partir de agora, os personagens ficam para trás, enquanto os dois jovens atores dão continuidade às suas carreiras. Douglas quer continuar a carreira nas telas de cinema, já Darlan vê seu futuro atrás das câmeras, como diretor.

– Agora é a hora da gente mostrar que interpreta, que nós não somos Laranjinha e Acerola. Não tenho medo de ser reconhecido como Laranjinha para sempre. E, se eu for, não me importo. Depende de mim mostrar meu trabalho para que as pessoas reconheçam o Darlan e deixem de me confundir com o personagem – conta Darlan Cunha.

Compartilhe