Custei a acreditar no que li! Mãe de recém-nascido é surpreendida por bilhete deixado embaixo da porta

Mãe de recém-nascido é surpreendida por bilhete

Mãe de recém-nascido é surpreendida por bilhete deixado embaixo da porta

O que você faria se ouvisse o bebê da sua vizinha chorando muito? Mulher dá uma aula de empatia ao se oferecer para “ajudar com o que fosse preciso”

É tão comum ver relatos de mães que são hostilizadas por conta do barulho do choro de seus bebês, que quando alguém se dispõe a ajudá-las a ficha até demora a cair. Foi o que aconteceu com a jornalista Bárbara de Oliveira Neves, 29 anos, que é mãe de Luisa, 3, e Bernardo, 1 mês. Mãe de recém-nascido é surpreendida por bilhete.

Leia mais: Foto chocante mostra homem decapitado e com o coração enfiado na boca

Leia mais: Menina de 6 anos é estuprada pelos pais e por mais 4 vizinhos

Leia mais: Homem enfia copo de vidro no próprio ânus e o pior acontece

Num dia bem turbulento, ela saiu para levar o remédio de asma da filha na escola e depois passou no supermercado. Na volta para casa o bicho pegou e Bernardo começou a chorar sem parar. Ela subiu com as compras e o bebê nos braços, já bem tensa. Mal pisou o pé em casa e a campainha tocou. Bárbara tentou atender, mas não deu tempo.

E para sua aflição, um bilhete foi deixado embaixo da porta. “Eu já esperava que fosse uma reclamação e, sinceramente, não estava pronta para mais um momento de tensão naquele dia. Então, li o bilhete, fotografei e mandei para o WhatsApp do meu marido, para ele checar se eu tinha entendido direito o que está escrito”, disse, em entrevista à CRESCER.

Compartilhe