Como o orgasmo feminino traz ótimos benefícios para o relacionamento

Como o orgasmo feminino traz ótimos benefícios para o relacionamento

Como o orgasmo feminino traz ótimos benefícios para o relacionamento

Como já foram comprovados, além de aumentar o prazer sexual das mulheres, os orgasmos femininos também dão maior satisfação sexual aos seus parceiros e podem até ajudar na concepção. No entanto, existem outros benefícios  surpreendentes, especialmente para a vida a dois.

Leia mais: Não dormi à noite, diz PM após prender pai que abusava das filhas de 9 e 10 anos
Leia mais: Padrasto filma enteada de 13 anos tomando banho! Veja 

Neste artigo adaptado e traduzido do portal Psychology Today, confira outros benefícios que o orgasmo feminino pode trazer para o casal:

Personalidade

Seu orgasmo pode falar sobre a personalidade do seu parceiro (a). As mulheres que têm orgasmos mais frequentes são mais propensas a descrever seus parceiros como pessoas criativas, com bom senso de humor e alta autoconfiança.

Orgasmos femininos podem ajudar a manter a paixão

Os orgasmos femininos não só ajudam as mulheres a encontrar um bom parceiro (a), mas também ajudam a manter um bom relacionamento, com maior união e um menor risco de infidelidade.

A ocitocina é um neuropeptídio que facilita o relaxamento e a união dos casais. O orgasmo em homens e mulheres aumentam os níveis de ocitocina, o que pode estimular sentimentos de amor romântico.

Além disso, os casais que experimentam um período prolongado de satisfação sexual após o ato sexual relatam uma maior satisfação conjugal. Desta forma, a ocitocina pode ajudar a manter a fidelidade nas relações monogâmicas românticas.

Como o orgasmo feminino traz ótimos benefícios para o relacionamento

Em termos de bem-estar, não se discute a importância do orgasmo feminino. Mas, do ponto de vista estritamente biológico e evolutivo, os cientistas ainda tentam descobrir qual a finalidade deste fenômeno no corpo da mulher, assim como a origem dele na história da evolução de nossa espécie.

No caso do homem, por exemplo, sabe-se que o orgasmo está intimamente relacionado à ejaculação e, portanto, à procriação. Mas e no caso delas, o clímax tem função fisiológica?

Compartilhe